O que se sabe e o que falta saber sobre psicóloga achada morta em carro submerso no Lago Paranoá

Planaltina comemora 164 anos e quase R$ 60 milhões em investimentos
19 de agosto de 2023
GDF irá apoiar a realização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
20 de agosto de 2023
Exibir tudo

O que se sabe e o que falta saber sobre psicóloga achada morta em carro submerso no Lago Paranoá

 

Ivana Leda de Carvalho, 50 anos, estava desaparecida desde terça (15/8). Corpo foi achado no sábado (19/8), dentro de carro no Lago Paranoá

 

Nathália Cardim

20/08/2023 10:43, atualizado 20/08/2023 11:39

 

Após agentes da 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte) encontrarem o corpo da psicóloga Ivana Leda de Carvalho (foto em destaque), 50 anos, na tarde de sábado (19/8), em um carro achado dentro do Lago Paranoá, familiares, amigos e conhecidos da vítima aguardam, agora, o resultado da perícia que deve indicar o que teria motivado a morte da profissional.

 

O delegado-adjunto da 9ª DP, Roney Teixeira, afirmou ao Metrópoles que, no local, a polícia não detectou sinais externos de violência no corpo da vítima.

 

“Também verificamos que ela não teve a conta [bancária] violada nem itens pessoais roubados. Agora, temos de aguardar o resultado da perícia, que vai confirmar a causa da morte e decretar o que, de fato, aconteceu”, comentou o investigador.

 

Por enquanto, o que se sabe é que o carro de Ivana havia sido visto pela última vez na altura da DF-005, na região do SMLN. A psicóloga era considerada desaparecida desde as 23h da última terça-feira (15/8), quando saiu da residência de uma amiga, no Lago Norte.

 

Ivana morava na Asa Sul e avisou que voltaria para casa após a visita à amiga, pois estaria cansada. Sem receber mais novidades, a família registrou boletim de ocorrência na 9ª DP, que conduziu as investigações.

 

Imagem colorida de Ivana Leda de Carvalho, mulher branca, de cabelos cacheados e escuros. Ela posa para a foto sorrindo, com uma das mãos sobre o queixo, enquanto olha para a câmera

 

Carro submerso

 

Informações do boletim de ocorrência do caso detalham que um banhista teria pisado na placa de um veículo ao entrar na água, na altura do Setor de Mansões do Lago Norte (SMLN), nesse sábado.

 

No mesmo documento, o nome de Ivana consta na condição de “vítima”.

 

Acionada para o local, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apurou informações associadas à placa do veículo e confirmou se tratar do automóvel de Ivana, um Chevrolet Onix laranja. O carro foi retirado da água por volta das 17h.

 

Dentro do carro, os policiais encontraram o corpo de uma pessoa do sexo feminino. O cadáver foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML), para passar pelos exames cadavérico e de identificação.

 

Irmã da psicóloga, Suzana Leda contou ao Metrópoles que as últimas informações recebidas pela família davam conta de que câmeras de monitoramento registraram o carro de Ivana próximo à Barragem do Paranoá, na pista de sentido contrário ao da casa dela.

 

Último registro do carro

 

O último registro do carro da psicóloga Ivana Leda de Carvalho foi feito às 23h15 de terça-feira (15) por um radar no quilômetro 4,1 da DF-005 (Estrada Parque Paranoá – EPPR). A informação foi passada ao g1 por uma pessoa da família, na quinta-feira (17).

 

A imagem do veículo, um Onix, da cor laranja, com placa PBO-0558 foi registrada por uma radar no sentido Barragem do Lago Paranoá.

 

Imagem colorida de quatro homens dentro do Lago Paranoá, em Brasília, em torno de um carro laranja, com as rodas voltadas para cima, caído dentro da água; ao fundo, há casas, em área de vegetação rasteira

 

www.metropoles.com