BNDES suspende 9 linhas de financiamento para o agronegócio

Governadora em exercício assina nomeação de 1.236 novos servidores da Saúde
8 de fevereiro de 2023
Aprovada criação de lote no Centro Comercial Boa Vista, em Sobradinho
9 de fevereiro de 2023
Exibir tudo

BNDES suspende 9 linhas de financiamento para o agronegócio

AGRONEGÓCIO

 

Antes do bloqueio, Lula anunciou que pretende retomar empréstimos ao exterior

 

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) suspendeu nove linhas para financiamento agrícola, na segunda-feira 6. Duas semanas antes, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou que a instituição voltará a emprestar dinheiro para projetos de engenharia em países como Cuba e Venezuela, que já deram calote em outras dívidas do mesmo tipo.

Conforme mostram os dados expostos no site do BNDES, Cuba e Venezuela estão entre os países mais devedores nas linhas de financiamento do banco. Além disso, muitos desses créditos custearam obras vinculadas a empresas que se envolveram em escândalos de corrupção. Na lista, construtoras como Odebrecht e Camargo Corrêa e OAS.

De acordo com o jornal Valor Econômico, eis as linhas suspensas:

Programa Crédito Agropecuário Empresarial de Custeio;

Linhas de Investimento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar;

Linha de financiamento do Pronaf Investimento destinada à aquisição isolada de matrizes, reprodutores, animais de serviço, sêmen, óvulos e embriões;

Linha de financiamento do Pronaf Investimento destinada à aquisição de tratores e implementos associados, colheitadeiras e suas plataformas de corte, assim como máquinas agrícolas para pulverização e adubação;

Linha de Investimento do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural;

Programa para a Adaptação à Mudança do Clima e Baixa Emissão de Carbono na Agropecuária (Programa ABC+) exclusivamente no tocante às Linhas ABC+ Recuperação, ABC+ Orgânico, ABC+ Plantio Direto, ABC+ Integração, ABC+ Florestas, ABC+ Manejo de Resíduos, ABC+ Dendê, ABC+ Bioinsumos, ABC+ Manejo dos Solos;

Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA);

Programa de Financiamento à Agricultura Irrigada e ao Cultivo Protegido;

Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias.

 

Banco de fomento adotou outra linha de atuação no governo Lula

Banco de fomento adotou outra linha de atuação no governo Lula | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

 

Fonte: revistaoeste.com