Secretaria de Educação do DF é alvo de mandados em operação que investiga fraude no processo de compra de móveis

GDF investe R$ 3,5 milhões na construção da Praça do Metrô de Ceilândia
21 de junho de 2023
Detran-DF: Takane Kiyotsuka do Nascimento é o novo diretor 
22 de junho de 2023
Exibir tudo

Secretaria de Educação do DF é alvo de mandados em operação que investiga fraude no processo de compra de móveis

Polícia Civil aponta que valor da aquisição teria subido 88% após ação dos suspeitos; no entanto, compra não chegou a ser finalizada. Pasta diz que que colabora com investigações e que investigados foram afastados dos cargos.

 

Por Michele Mendes, TV Globo

21/06/2023 07h40  Atualizado há 21 minutos

 

A Polícia Civil, com apoio do Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT), deflagrou, nesta quarta-feira (21), uma operação que investiga fraude no processo de compra de móveis, equipamentos escolares e eletrônicos para escolas da rede pública e para Secretaria de Educação do Distrito Federal.

 

As investigações apontam que os suspeitos teriam elevado o valor das compras em 88%, passando de R$ 21,6 milhões para R$ 40,7 milhões. A compra não chegou a ser finalizada.

 

Os dois servidores suspeitos de envolvimento no esquema foram afastados do cargo e serão exonerados, de acordo com a Secretaria de Educação. A pasta também informou que acompanha e colabora com as investigações.

 

Quem foram os alvos da operação

 

O subsecretário de administração geral, Maurício Paz Martins, e o gerente de pesquisa de preços, Hélio Marcos Rocha, foram alvos da operação. Documentos e equipamentos eletrônicos foram apreendidos.

 

Os policiais também estiveram em endereços de Sobradinho, de Planaltina, do Paranoá e do Entorno do DF, na Cidade Ocidental. Em um dos locais, a polícia recolheu armas e R$ 11 mil em dinheiro.

 

Segundo a Polícia Civil, para colocar o esquema em prática, foram usadas cinco empresas com vínculos entre si – três delas tinham endereços comerciais no mesmo prédio da empresa vencedora do processo.

 

Também foi identificado que o responsável contábil por essa empresa trabalha para outras três instituições envolvidas nas investigações.

 

Operação da Polícia Civil do DF investiga processo de aquisição de móveis pela Secretaria de Educação — Foto: PCDF/Reprodução

Operação da Polícia Civil do DF investiga processo de aquisição de móveis pela Secretaria de Educação — Foto: PCDF/Reprodução

 

Os alvos da operação são investigados pelos seguintes crimes:

 

Associação criminosa

Falsidade ideológica

Falsificação de documento público

Uso de documento falso

Peculato

Modificação irregular em contrato administrativo

Corrupção passiva e ativa

 

Se condenados, eles podem pegar mais de 30 anos de prisão