Saiba quem era o turista que morreu afogado em cachoeira da Chapada

Criança morre em tiroteio após briga por dívida de drogas no DF
12 de maio de 2024
GDF oferece mais de 4 mil vagas para cadastro reserva de estagiários
13 de maio de 2024
Exibir tudo

Saiba quem era o turista que morreu afogado em cachoeira da Chapada

Acidente aconteceu na Cachoeira da Muralha, no Rio dos Couros. Dois médicos estavam no local e tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu

 

Thalita Vasconcelos

13/05/2024 13:28, atualizado 13/05/2024 13:33

 

O pesquisador Matheus de Paula Lopes, 29 anos, morreu afogado em um atrativo natural na região da Chapada dos Veadeiros, nesse sábado (11/5). O jovem teria escorregado na Cachoeira da Muralha, no Rio dos Couros, um dos principais pontos turísticos do Parque Estadual Águas do Paraíso (Peap), em Alto Paraíso (GO).

 

O jovem fazia doutorado em biologia, por meio do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola da Universidade Federal de Lavras (Ufla), em Minas Gerais.

 

Natural do Espírito Santo, Matheus de Paula morava em Brasília enquanto era pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), havia cerca de um ano.

 

Por meio de nota, a Ufla informou sobre a morte do jovem. “É com enorme pesar que a Universidade Federal de Lavras comunica o falecimento do estudante Matheus de Paula Lopes. A Ufla lamenta e se solidariza com familiares e amigos”, destacou o texto.

 

Para custear o traslado do corpo de Alto Paraíso (GO) para Mutum (MG), onde ele será sepultado, a mãe e a irmã do jovem criaram uma vaquinha virtual, na tentativa de arrecadar os recursos necessários aos procedimentos. Quem quiser contribuir pode ajudar por meio deste link.

 

Matheus de Paula Lopes

 

Tragédia

 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) de Goiás comunicou que a morte de Matheus de Paula aconteceu na manhã de sábado (11/5) e foi confirmada pelos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

Guias, turistas e moradores do Assentamento, localizado na região, tentaram reanimá-lo. Duas das pessoas que prestaram socorro ao jovem eram médicos, inclusive, mas o pesquisador não resistiu.

 

Testemunhas relataram que ele estaria em um banco de areia, quando se desequilibrou, foi levado pela correnteza para uma área mais funda e não conseguiu nadar.

 

A Semad acrescentou que o doutorando estava acompanhado de um amigo, que tentou resgatá-lo para impedir o afogamento, e não conseguiu.

 

Matheus de Paula ficou submerso por cerca de 5 a 10 minutos, quando foi retirado da água com auxílio de uma corda. A pasta lamentou a morte do turista e se solidarizou com pessoas próximas ao pesquisador.

 

Matheus de Paula Lopes

Saiba quem era o turista que morreu afogado em cachoeira da Chapada

 

 

www.metropoles.com