Manipulação na Série A: quem são os jogadores investigados

De capital do rock a capital do samba: conheça a nova cena musical do DF
18 de abril de 2023
Com titulo do Real Brasília, DF tem o elenco campeão mais jovem do Brasil
18 de abril de 2023
Exibir tudo

Manipulação na Série A: quem são os jogadores investigados

Quatro atletas foram alvos de busca e apreensão, nesta terça, em operação do Ministério Público

 

Por Redação do ge — Goiânia, GO

18/04/2023 14h02  Atualizado há 3 minutos

 

A Operação Penalidade Máxima, do Ministério Público de Goiás, identificou suspeitas de manipulação de resultados em cinco jogos da Série A de 2022.

Os zagueiros Victor Ramos, da Chapecoense, e Kevin Lomónaco, do Bragantino, o lateral-esquerdo Igor Cariús, do Sport, e o meia Gabriel Tota, ex-Juventude e atualmente no Ypiranga-RS, são alguns dos investigados. Há outros nomes, mas que ainda não foram revelados pelo MP.

Também estão na lista do Ministério Público jogos dos campeonatos estaduais de Goiás, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e São Paulo – todos de 2022.

Operação do MP contra manipulação de resultados — Foto: Divulgação/MP-GO

Martin Fernandez detalha operação “Penalidade Máxima”, que investiga manipulação de resultados na Série A

 

Veja abaixo quem são os jogadores investigados:

 

Victor Ramos

Revelado pelo Vitória, Victor Ramos tem passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, como Palmeiras e Vasco. Aos 33 anos, o zagueiro atualmente defende a Chapecoense.

Em 2016, no Vitória, ele foi pivô de uma polêmica no STJD. No fim do torneio, o Internacional disputava com o time baiano a permanência na Série A.

Victor Ramos inicia terceira passagem pela Chapecoense — Foto: Julliana Paulino/ACF

Victor Ramos inicia terceira passagem pela Chapecoense — Foto: Julliana Paulino/ACF

 

O Internacional pediu perda de pontos do Vitória por escalação irregular de Victor Ramos. O clube gaúcho alegou que a inscrição do zagueiro havia sido feita fora do prazo, uma vez que ele foi contratado por empréstimo ao Monterrey, do México, mas como se fosse uma transferência nacional.

O clube gaúcho entrou com um pedido no STJD, como terceiro interessado, requerendo a reabertura de um processo iniciado pelo Bahia, ainda na final do Campeonato Baiano.

Por fim, o STJD decidiu manter o processo arquivado. O Internacional ainda tentou recorrer ao TAS (Tribunal Arbitral do Esporte, na Suíça), mas não obteve sucesso. O clube gaúcho ainda foi multado por usar no processo um e-mail falso, de autoria do então empresário do zagueiro, Francisco Godoy.

Fora de campo, Victor Ramos também ganhou fama ao namorar a modelo Nicole Bahls, relacionamento que terminou em 2012.

Victor Ramos namorou a modelo Nicole Bahls — Foto: Reprodução

Victor Ramos namorou a modelo Nicole Bahls — Foto: Reprodução

 

Nome: Victor Ramos Ferreira

Data de nascimento: 5 de maio de 1989

Idade: 33 anos

Altura: 1,93m

Clube atual: Chapecoense

Clubes anteriores: Vitória, Standard de Liège (Bélgica), Vasco, Monterrey (México), Palmeiras, Goiás, Guarani, CRB, Botafogo-SP e Portuguesa.

 

Igor Cairús

Nascido em Cairús, no interior do Ceará, Igor passou por vários clubes do estado antes de conseguir as primeiras oportunidades em time de maior visibilidade no Brasil.

O defensor teve a carteira nacional de habilitação, celular e notebook apreendidos no mandado de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Goiás nesta manhã de terça-feira e cumprido através do Ministério Público de Pernambuco.

Igor Cariús apresentado pelo Sport — Foto: Rafael Bandeira / SCR

Igor Cariús apresentado pelo Sport — Foto: Rafael Bandeira / SCR

 

Na temporada passada, o lateral defendeu o Cuiabá em 32 partidas, entre jogos do campeonato estadual, Brasileirão, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Neste ano, pelo Sport, foram 23 jogos, um gol marcado e seis assistências.

 

Apesar de ser alvo da operação, Igor Cairús compareceu ao treino na manhã desta terça e segue viagem normalmente com a delegação rubro-negra rumo a Fortaleza, local onde o time rubro-negro encara o Ceará, na quarta-feira, no jogo de ida da final da Copa do Nordeste.

 

Nome: Igor Aquino da Silva

Data de nascimento: 01/05/1993

Idade: 29 anos

Altura: 1,82cm

Clube atual: Sport

Clubes anteriores: Iguatu, Barbalha, Quixadá, Coruripe, ASA, Paraná, CRB, Atlético-GO e Cuiabá.

 

Gabriel Tota

Nascido em Santa Fé do Sul, interior de São Paulo, Gabriel Tota defendeu apenas cinco clubes na carreira. Aos 21 anos, o jogador passou por Novorizontino, Rio Preto, Mirassol, Juventude e atualmente defende o Ypiranga-RS.

 

Meia Gabriel Tota é um dos remanescentes do Juventude para 2023 — Foto: Fernando Alves/E.C Juventude

Meia Gabriel Tota é um dos remanescentes do Juventude para 2023 — Foto: Fernando Alves/E.C Juventude

 

Na temporada passada, o meia disputou 23 jogos pelo Juventude. Foram sete partidas pelo Brasileirão e seis pelo Campeonato Gaúcho, além de jogos pelo Brasileirão de Aspirantes e Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Pouco aproveitado no Alfredo Jaconi, ele foi anunciado na semana passada como reforço do Ypiranga, de Erechim, por empréstimo.

 

Nome: Gabriel Ferreira Neris

Data de nascimento: 29/10/2001

Idade: 21 anos

Altura: 1,86cm

Clube atual: Ypiranga-RS

Clubes anteriores: Novorizontino, Rio Preto, Mirassol e Juventude.

Kevin Lomónaco

Nascido na Argentina e atuando no futebol brasileiro desde a temporada passada, Kevin Lomónaco tem apenas 20 jogos desde a chegada ao Bragantino.

 

Kevin Lomónaco, zagueiro do Bragantino — Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Kevin Lomónaco, zagueiro do Bragantino — Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

 

Ele é cria da base do Lanús e chegou ao time profissional em 2019. O jogador ainda defendeu o Platense-ARG, por empréstimo, em 2020. Depois, retornou ao Lanús.

O zagueiro é tratado com uma das promessas do futebol argentino, tendo disputado o Sul-Americano e Mundial sub-17 pela seleção argentina em 2019.

 

Oito jogadores de diferentes clubes foram denunciados pelo Ministério Público e viraram réus por participarem do suposto esquema.

São eles: Romário (ex-Vila Nova), Joseph (Tombense), Mateusinho (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Cuiabá), Gabriel Domingos (Vila Nova), Allan Godói (Sampaio Corrêa), André Queixo (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Ituano), Ygor Catatau (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Sepahan, do Irã) e Paulo Sérgio (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Operário-PR).

Eles estariam envolvidos no esquema de cometer pênaltis no primeiro tempo dos jogos Vila Nova x Sport, Criciúma x Tombense e Sampaio Corrêa x Londrina. Isso só não aconteceu na partida entre goianos e pernambucanos, já que Romário e Gabriel Domingos não jogaram.

Joseph cometeu o pênalti em Criciúma x Tombense, e Mateusinho o fez em Sampaio Corrêa x Londrina. Os demais atletas do Sampaio citados, segundo o MP-GO, estavam cientes e participaram de alguma forma.