Governadores de direita criticam duramente invasões de terra em evento do agronegócio

Mais de três mil hectares de caatinga desmatados ilegalmente são embargados na Bahia
30 de abril de 2023
Ibaneis Rocha visita terreno do futuro Hospital Clínico Ortopédico do Guará
30 de abril de 2023
Exibir tudo

Governadores de direita criticam duramente invasões de terra em evento do agronegócio

Governadores de direita criticam duramente invasões de terra em evento do agronegócio

 

Por Gazeta do Povo

 

29/04/2023 19:28

 

As recentes invasões de propriedades rurais, organizadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) pelo país, foram duramente criticadas pelo governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), e pelos governadores Ronaldo Caiado (União) e Romeu Zema (Novo) em discurso, neste sábado (29), na abertura da Expozebu, em Uberaba (MG). Tarcísio pediu prisão dos responsáveis e disse ser intransigente com a violação do direito de propriedade. O evento é uma das principais feiras de gado zebuíno do mundo.

 

Governadores Tarcísio de Freitas (SP), Ronaldo Caiado (GO) e Romeu Zema (MG), na abertura da Expozebu, em Uberaba.

Governadores Tarcísio de Freitas (SP), Ronaldo Caiado (GO) e Romeu Zema (MG), na abertura da Expozebu, em Uberaba.| Foto: Célio Messias/Governo de São Paulo.

 

Direito à propriedade é garantia constitucional

 

Caiado lembrou que o direito à propriedade é uma garantia da Constituição de 1988. “Não se deve discutir mais. Em Goiás eu deixei claro a todas as minhas forças de segurança: todos os meses em Goiás são verde e amarelo, não tem mês vermelho no meu estado de Goiás e não aceito invasão de propriedade rural”, declarou.

 

O presidente da ABCZ falou sobre a necessidade urgente de união do setor pecuário.  “Os nossos posicionamentos são firmes na defesa dos produtores, das suas pautas, no direito à propriedade e na busca de soluções para as questões que afligem quem produz e paralisam a economia”, declarou Garcia Cid. “A nossa bandeira é por respeito, paz e segurança no campo, que são valores que nós não abrimos mão”, frisou. E conclui afirmando que “só haverá ordem e progresso no país se houver paz no campo”.

 

O último discurso da abertura da Expozebu foi do anfitrião, o governador Romeu Zema. Segundo ele, as invasões de terra que ocorrem em Minas Gerais são desfeitas rapidamente. “Entram uma ou duas pessoas e já são retiradas imediatamente. Porque o problema é quando você tem dezenas, centenas de pessoas. Então a nossa Polícia Militar está atenta e o homem do campo aqui vai ficar aplicando seu tempo para produzir e não para vigiar a propriedade”, disse Zema.