Caiado lança Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã

Agricultura: investimento de R$ 2,6 milhões em maquinários rurais
28 de dezembro de 2023
Orlando Silva diz que retomará negociações para aprovar PL das Fake News após recesso
29 de dezembro de 2023
Exibir tudo

Caiado lança Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã

Caiado lança Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã

 

 Publicado em 13 dezembro 2023

13 de dezembro de 2023

 

Categoria AgriculturaNotícias

 

O Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã, do Governo de Goiás, vai atender 150 produtores da região Nordeste do estado. A iniciativa foi lançada nesta quarta-feira (13/12) pelo governador Ronaldo Caiado, que destacou a sua importância para desenvolver a economia local.

 

“Quero transformar o Nordeste e ver todo mundo produzindo, ganhando dinheiro, com uma vida melhor. Por isso trouxe o que há de mais moderno em tecnologia” celebrou.

 

A ação inédita estimula o cultivo de manga e de maracujá, a partir do acompanhamento com assistência técnica da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Seapa), e oferta de estrutura de irrigação, adquirida com investimento de R$ 9,8 milhões, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

 

O primeiro edital de seleção de interessados está aberto, e as inscrições podem ser feitas até dia 27 deste mês.

 

“A região possui todas as características climáticas e agronômicas que favorecem o cultivo, além da parte de logística, devido à proximidade com grandes centros consumidores, como Brasília e Goiânia”, comentou o secretário da Agricultura, Pedro Leonardo.

 

A estimativa é que cada família envolvida no projeto tenha uma receita bruta superior a R$ 210 mil por hectare, sendo que deve ser coberta uma área de 296 hectares.

 

Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã vai atender 150 produtores da região Nordeste do estado (Foto: Lucas Diener)

 

Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã

 

O prefeito de Flores de Goiás, Altran Avelar, disse que os agricultores locais estão com “a esperança renovada diante das oportunidades”. Um deles é Edgar Santos, que fez parte do projeto piloto, com outros nove agricultores que já se preparam para produzir.

 

“Estou muito feliz por fazer parte desse projeto. Incentivo meus amigos produtores a participar. Vamos fazer um movimento para Flores de Goiás crescer e vencer a pobreza”, afirmou.

 

Um dos destaques no lançamento do projeto foi a presença do embaixador de Israel no Brasil, Daniel Zonshine, que veio conhecer o potencial do Nordeste goiano para a fruticultura. Em discurso, ele disse que o país tem interesse em firmar cooperação com Goiás na área.

 

“É uma maneira de podermos trazer a experiência, a tecnologia e os métodos que usamos”, disse o representante do país que é referência mundial em agricultura.

 

A expectativa do governo, conforme Caiado, é contar com a expertise estrangeira nas etapas de ampliação do projeto, que possui autorização para ser estendido paulatinamente. A ação é parte do Goiás Social e integra as políticas de Goiás para incentivar a agricultura familiar, principalmente assentados da reforma agrária.

 

“Já temos outorga com autorização de irrigação para chegar a até 2 mil famílias”, explicou o governador.

 

Caiado lança Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã

Inscrições

 

Os agricultores interessados devem se inscrever pelo site da Seapa. Eles receberão uma visita da equipe da secretaria e da Emater, para verificação da aptidão do produtor e da propriedade com base em critérios técnicos.

 

As terras escolhidas receberão um conjunto de irrigação para cobrir dois hectares, além de assistência técnica da Emater e do Senar Goiás para manejo da produção. O Sistema OCB-GO dará apoio à criação de cooperativas.

 

Infraestrutura

 

Ainda em Flores de Goiás, Caiado entregou duas pontes de concreto na GO-236, sobre o Rio Macacos, em substituição a estruturas de madeira. Juntas, somam 53,50 metros de extensão e irão melhorar a trafegabilidade de quem transita entre o município e Alvorada do Norte. O Estado investiu R$ 1,6 milhão nas obras.

 

O presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Lucas Vissotto, informou que seis pontes de madeira já foram substituídas somente este ano na região.

 

Estado investiu R$ 1,6 milhão nas duas pontes de concreto na GO-236, sobre o Rio Macacos (Foto: Lucas Diener)