STF elege André Mendonça para substituir Moraes no TSE

Mais de 1,3 mil propriedades do DF são assistidas pelo Guardião Rural
16 de maio de 2024
BRB anuncia aumento de capital privado de até R$ 1 bilhão
17 de maio de 2024
Exibir tudo

STF elege André Mendonça para substituir Moraes no TSE

O ministro Alexandre de Moraes permanecerá no TSE até o próximo dia 3 de junho, quando termina o mandato

 

Mateus Salomão

16/05/2024 17:26, atualizado 16/05/2024 18:20

 

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) elegeram, nesta quinta-feira (16/5), André Mendonça para ocupar a vaga de Alexandre de Mores no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O atual presidente da Corte Eleitoral permanecerá no cargo até o dia 3 de junho, quando termina o mandato.

 

O TSE é composto, no mínimo, de sete ministros titulares. Desse total, três são provenientes do STF, dois vêm do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois são juristas advindos da advocacia.

 

“Meu compromisso com os eminentes pares e com o Tribunal Superior Eleitoral, como um dos seus representantes, é atuar com absoluta imparcialidade e deferência ao Tribunal, à legislação e à Constituição”, afirmou André Mendonça.

 

Mendonça, no discurso de agradecimento, ainda destacou a gestão do ministro Alexandre de Moraes como exitosa e afirmou que o atual presidente do TSE atuou com “firmeza e competência” a frente da Corte Eleitoral.

 

Em 7 de maio, os ministros do TSE elegeram a ministra Cármen Lúcia para presidir a Corte Eleitoral pelos próximos dois anos. Por meio de votação secreta, os magistrados definiram a presidência e também elegeram Kassio Nunes Marques como vice-presidente.

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal STF André Mendonça Lula - Metrópoles

Gustavo Moreno/STF

www.metropoles.com