Samambaia ganha unidade do Pró-Vítima

Dez RAs recebem serviços de manutenção asfáltica do GDF Presente
3 de maio de 2023
Cerca de 6 mil pessoas são atendidas em Planaltina por programa do governo
3 de maio de 2023
Exibir tudo

Samambaia ganha unidade do Pró-Vítima

Com essa inauguração, Sejus passa a ter nove locais de atendimento especializado e gratuito para vítimas de violência

 

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

 

Mais uma unidade do Programa de Atendimento Multiprofissional às Vítimas de Violência (Pró-Vítima) da Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus) foi inaugurada, nesta semana. Ela está localizada na QS 402, Conjunto G, Lote 1 de Samambaia. Semanalmente, o local tem capacidade de prestar uma média de 80 atendimentos psicológicos e 60 na área de assistência social a pessoas que sofrem atos de violência, especialmente, violência doméstica, intrafamiliar, psicológica, física, sexual e institucional. Atualmente, o núcleo atende 57 pessoas que já foram acolhidas e estão em acompanhamento.

 

A Sejus inaugurou mais uma unidade do Pró-Vítima, desta vez em Samambaia. Semanalmente, o local terá capacidade média para 80 atendimentos psicológicos e 60 na área de assistência social | Foto: Divulgação/Sejus-DF

 

A secretária de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, Marcela Passamani, participou da inauguração e destacou a importância dessa política pública que pode atender mulheres, homens, idosos, crianças e adolescentes. “A Sejus conta com um grupo de excelência de psicólogos e assistentes sociais que realizam uma escuta qualificada para a mudança na vida de todos que buscam apoio no programa. O Pró-Vítima atua, principalmente, para romper ciclos de violência, dando a cada um dos participantes a oportunidade de seguirem suas vidas com saúde mental”, afirma.

 

Também estiveram presentes na inauguração a subsecretária de Apoio às Vítimas de Violência da Sejus-DF, Janandréia Rafael; o administrador de Samambaia, Marcos Leite; a coordenadora do Núcleo de Atenção às Vítimas, Adalgiza Aguiar; a promotora de Justiça do Recanto das Emas, Isabella Chaves; a promotora de Justiça da Samambaia, Camila Britto, além dos representantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.

 

O programa foi instituído pelo Decreto nº 39.557/2018 para ser coordenado pela Sejus. As atividades começaram em março de 2009, buscando oferecer apoio, orientação e acompanhamento individual às vítimas, com o objetivo de fortalecer e contribuir para o restabelecimento de seu equilíbrio mental e emocional. Ao todo, foram registrados 6.077 atendimentos, entre janeiro e dezembro de 2022.

 

O atendimento ocorre gratuitamente em todas as unidades do programa espalhadas pelo Distrito Federal: Plano Piloto, Ceilândia, Guará, Paranoá, Planaltina, Taguatinga, Itapoã, Recanto das Emas e Samambaia.

 

Como funciona o atendimento

 

O atendimento do Pró-Vítima começa a partir da avaliação de um assistente social da Sejus. Ele orienta a vítima e a encaminha, quando necessário, para atendimento hospitalar nas unidades básicas de saúde (UBSs) e unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

 

O assistente social verifica a necessidade do acompanhamento psicológico. Caso seja preciso, a pessoa atendida tem de 12 a 15 sessões para fortalecer o lado emocional e mental. O atendimento é individualizado e com agendamento. O programa tem outras frentes de suporte, como a prevenção e o combate à violência desenvolvido por meio de palestras e cursos, além do banco de talentos, que incentiva a profissionalização das vítimas.

 

 

 

 

 

Endereços dos núcleos do Pró-Vítima no DF

 

→ Plano Piloto (Estação Rodoferroviária, Ala Central, Térreo)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 2104-4289 / 2104-4288

→ Ceilândia (Shopping Popular de Ceilândia – Na Hora)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 2104-1480 / 99245-5207

→ Guará (QELC, Alpendre dos Jovens Lucio Costa)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 99276-3453

→ Itapoã (Praça dos Direitos, Quadra 203, Del Lago II)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 2104-4218

→ Paranoá (Quadra 5, Conjunto 3, Área Especial D, Parque de Obras)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 3369-0816 / 99288-5585

→ Planaltina (Fórum Desembargador Lúcio Batista Arantes, 1º andar, salas 111/114)
Horário: 12h às 19h. Contato: (61) 3103-2405 / 99276-5279

→ Recanto das Emas (Estação da Cidadania/Céu das Artes, Quadra 113, Área Especial 1)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 3332-1032

→ Taguatinga (Administração Regional de Taguatinga, Praça do Relógio)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 3451-2528 / 99108-1274

→ Samambaia (QS 402, Conjunto G, Lote 1)
Horário: 8h às 17h. Contato: (61) 98314-0792

 

*Com informações da Sejus