Primeira creche pública do Taquari atenderá 188 crianças em período integral

O desempenho do PIB e o futuro
15 de março de 2024
Nova polícia do TSE vai caçar quem cometer “desinformação” nas eleições
16 de março de 2024
Exibir tudo

Primeira creche pública do Taquari atenderá 188 crianças em período integral

Com investimento superior a R$ 6,3 milhões, obra foi autorizada pelo governador Ibaneis Rocha neste sábado (9)

 

Por Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

 

O governador Ibaneis Rocha autorizou a construção da primeira creche pública do Taquari, no Lago Norte, neste sábado (9). O novo Centro de Educação da Primeira Infância (Cepi) será erguido na Quadra 4 do setor habitacional e atenderá, no máximo, 376 crianças de até 6 anos, em dois turnos (matutino e vespertino), ou 188 estudantes em período integral. O investimento é superior a R$ 6,3 milhões, recurso proveniente do orçamento da Secretaria de Educação (SEEDF).

 

“Quando nós assumimos o governo em 1º de janeiro de 2019, eram 23 mil crianças que estavam aguardando por uma vaga na creche. Hoje, nós reduzimos esse número para menos de 6 mil e nosso objetivo é chegar a zero. Vamos entregar só neste ano mais de 17 creches para nossas crianças”, ressaltou Ibaneis Rocha. “Temos um compromisso com essas crianças e, principalmente, com as mães”, completou.

 

 

Ibaneis Rocha reafirmou o compromisso de entregar mais 17 creches à população do DF | Foto: Renato Alves/ Agência Brasília

 

A primeira creche do Taquari terá 1.637,63 m² de área construída. O projeto segue os padrões estabelecidos pelo Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A empresa contratada para o trabalho foi a Engemac Construtora e Incorporadora.

 

O espaço contará com 10 salas de aula, sala multiúso, cozinha, refeitório, despensa, rouparia, lavanderia, hall, sala de professores/reunião, secretaria, direção, almoxarifado, lactário, solário, pátio coberto, playground, parquinho e estacionamento.

 

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, adiantou que o próximo passo é uma escola classe na região

 

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, afirmou que mais unidades educacionais serão construídas na região. “A escola classe é o sequencial da creche. Então, vamos pensar em terreno para construir a escola classe perto do Cepi, para não ter que transportar as crianças pequenininhas”, disse ela, que agradeceu a parceria entre órgãos do GDF para a realização dos projetos da pasta.

 

Educação como prioridade

  • Expandir o acesso às creches públicas é uma das principais metas do GDF. Desde 2019, foram entregues unidades de ensino em Ceilândia, Samambaia, Pôr do Sol, Paranoá, Planaltina e outras regiões administrativas.
  • No último ano, as duas primeiras creches rurais do DF abriram as portas para a criançada. Em junho, ocorreu a inauguração do Cepi do Núcleo Rural Pipiripau II, em Planaltina, e em setembro foi a vez do Núcleo Rural Jardim II, no Paranoá. Atualmente, 17 espaços estão com obras em andamento.