Lula critica Bolsonaro, pastores e Lava Jato ao discursar em refinaria símbolo de corrupção

20 cidades turísticas em SP para fugir nos fins de semana e feriados
18 de janeiro de 2024
Servidor da OAB e promoter de festas sexuais em Brasília
19 de janeiro de 2024
Exibir tudo

Lula critica Bolsonaro, pastores e Lava Jato ao discursar em refinaria símbolo de corrupção

Lula critica Bolsonaro, pastores e Lava Jato ao discursar em refinaria símbolo de corrupção

 

Por Raphaela Ribas

18/01/2024 20:48

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou pastores, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e a Operação Lava Jato ao discursar durante a cerimônia de ampliação da Refinaria Abreu e Lima, em Ipojuca, na região metropolitana do Recife, Pernambuco, refinaria que é símbolo de corrupção, na tarde desta quinta-feira (18).

 

Ao criticar a Lava Jato, sem citar nomes, mas deixando claro algumas de suas referências, Lula disse que o que aconteceu no país foi uma “mancomunação entre alguns juízes deste país com os Estados Unidos” e que “pastores que mentiram vão para o inferno”.

 

“A história ainda vai ser contada, porque você sabe que, muitas vezes, a história ainda leva anos, décadas e até séculos para a gente saber da verdade. Mas eu vou dizer uma coisa como presidente da República deste país: tudo que aconteceu neste país foi uma mancomunação entre alguns juízes deste país, alguns procuradores deste país subordinados ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que queriam e nunca aceitaram o Brasil ter uma empresa como a Petrobras”, disse Lula.

 

A refinaria Abreu e Lima foi inaugurada no primeiro governo de Lula e ficou conhecida como a “refinaria mais cara do mundo”, além de ter irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pela operação Lava Jato. Inicialmente, o projeto deveria custar US$ 2 bilhões, mas consumiu ao menos US$ 18,5 bilhões.

 

Em operação desde o fim de 2014, ela hoje processa até 100 mil barris de petróleo por dia, metade do projetado, uma vez que o escândalo de corrupção e o estouro do orçamento levaram a Petrobras a interromper as obras do restante da unidade.

 

O petista relembrou ainda sobre o início da refinaria, em parceria com a Venezuela, país que é aliado político de Lula, mas deu “graças a Deus” pelo fato de o Brasil ter tocado a obra sozinho. Outro episódio recordado foi da sua prisão nos anos 1980, quando foi liberado para o enterro da sua mãe, e há alguns anos, quando não teve autorização para ir ao do irmão, Vavá. “Tinha juiz melhor naquela época”. Em janeiro de 2019, o pedido foi negado pela Vara de Federal Execuções Penais de Curitiba e pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

 

Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante Cerimônia de Retomada das Obras da Refinaria Abreu e Lima. Ipojuca (PE)

Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante Cerimônia de Retomada das Obras da Refinaria Abreu e Lima. Ipojuca (PE)| Foto: Ricardo Stuckert / PR

 

Críticas a pastores e a Bolsonaro

 

Ao longo da sequência de críticas à Lava Jato, Lula citou a eleição de 2018 e chegou a se referir a Bolsonaro como “psicopata”. “É preciso saber quanto dinheiro esse país perdeu nesses 10 anos de atraso nessa empresa, quanto salário deixou de ser pago, quantas pessoas não têm benefícios nesse país, quanto que esse país perdeu da sua competitividade internacional até chegar ao ponto de eleger um psicopata para ser presidente desse país”, disse Lula.

 

Ao tratar ainda de suas condenações judiciais, o petista disse que pastores “mentiram”. “As pessoas que me acusaram estão apodrecendo porque sabem que mentiram, e sabem que o inferno os aguarda por tanta mentira. Os pastores sabem que mentiram, sabem que estão mentindo e que Deus está vendo. Entretanto, faz parte de um jogo sórdido, talvez o pior que já vi”, disse Lula, sem citar nomes.

 

Refinaria vai ter investimento de R$ 6 bilhões a R$ 8 bilhões

 

A ampliação, segundo o governo, vai melhorar o escoamento de produtos leves e a capacidade de processamento de petróleo do pré-sal, reduzindo a dependência internacional. Faz parte do Plano Estratégico 2024-28+ da Petrobras e do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

 

A Petrobras planeja investir de R$ 6 bilhões a R$ 8 bilhões para chegar a 260 mil barris de barris por dia (bpd) até 2028, conforme anúncio no evento do presidente da estatal, Jean Paul Prates. “Quando tiver faturando (a refinaria), vai faturar US$ 100 bilhões por ano”, disse Lula.

 

O valor dos investimentos integra o orçamento de US$ 17 bilhões aprovado pela empresa para as áreas de refino, comercialização e logística nos próximos cinco anos.

 

A visita de Lula é parte de uma estratégia de estreitar laços com o eleitorado do Nordeste à medida que se aproximam as eleições municipais de 2024. Durante a semana, o petista também vai aos estados da Bahia e Ceará.

 

www.gazetadopovo.com.br