Jovem de 20 anos desaparecido há três dias é encontrado morto no DF

Uma pessoa morre e 3 ficam feridas após carro bater em caminhão no DF
23 de junho de 2024
Investimento de R$ 1,5 milhão leva novo bloco modular ao centro educacional do PAD-DF
23 de junho de 2024
Exibir tudo

Jovem de 20 anos desaparecido há três dias é encontrado morto no DF

Polícia Civil do Distrito Federal encontrou corpo do jovem na manhã deste sábado (22/6), na QE 46 do Guará 2, mesma região onde ele morava

 

Nathália CardimCaio FigueiredoJéssica Eufrásio

22/06/2024 11:50, atualizado 22/06/2024 14:02

 

O estudante Yoshinori Kubota Lima (foto em destaque), 20 anos, que estava desaparecido desde a manhã de quarta-feira (19/6), foi encontrado morto pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), na manhã deste sábado (22/6). A corporação informou que o corpo dele foi achado na QE 46, no Guará 2.

 

A família do jovem procurava por Yoshinori desde que ele saiu de casa, na mesma região administrativa, embarcou em um ônibus para o Plano Piloto e não mais fez contato com parentes nem com a namorada.

 

Antes de desaparecer, o estudante tinha dito que iria para o trabalho, no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT). Contudo, o recepcionista do prédio informou que o jovem não chegou a acessar as dependências da Corte na data.

 

Pode ser uma imagem de 1 pessoa

 

Irmã de Yoshinori, Pablynne Lima, 23, contou que o viu pela última vez por volta das 9h de quarta-feira (19/6), quando ele saiu de casa acompanhado da namorada, rumo ao ponto de ônibus da QE 36.

 

O casal embarcou em um coletivo, a namorada do jovem desceu perto da estação de metrô Guará, e o estudante continuou no ônibus. “Pela localização que conseguimos do celular, ele [Yoshinori] desceu no Guará 1 e andou até o 2. O último registro que consta [no telefone] é das 11h35 de 19 de junho, na QE 46”, relatou a irmã.

 

Pablynne e o namorado, Lucas Torres, registraram boletim de ocorrência na 4ª Delegacia de Polícia (Guará 2), por desaparecimento. No entanto, três dias depois, a PCDF informou que encontrou o jovem morto.

 

Sinais de depressão

 

Yoshinori foi visto pela última vez por volta das 11h30 de quarta-feira (19/6). Câmeras de segurança de casas na QE 46 do Guará 2, a cerca de 1 km da residência do jovem, registraram o momento em que ele passou pela quadra.

 

Ainda segundo Pablynne, Yoshinori havia apresentado quadro depressivo nos últimos meses, e a família tentava conseguir assistência psicológica para ele.

 

 

www.metropoles.com