Governo de Minas realiza leilão de rodovias do lote Varginha-Furnas

Novo marco fiscal: governo liberou R$ 1,1 bi em emendas no dia da votação
25 de maio de 2023
Estação Ecológica Águas Emendadas recebe vista de comitiva alemã
25 de maio de 2023
Exibir tudo

Governo de Minas realiza leilão de rodovias do lote Varginha-Furnas

O consórcio vencedor ficará responsável por 432 quilômetros de rodovias e investirá cerca de R$ 2,6 bilhões ao longo da concessão

 

Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias (Seinfra), com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), realizou, nesta quinta-feira (25/5), na Bolsa de Valores (B3), em São Paulo, o leilão para concessão do Lote 3 (Varginha-Furnas), do Programa de Concessões Rodoviárias.

O leilão teve como critério de julgamento a combinação de menor Valor de Tarifa de Pedágio, com o de maior Valor de Outorga e foi vencido pelo Consórcio Infraestrutura MG, formado pelas empresas Equipav e Perfin. O valor da tarifa foi de R$ 13,17966 e não houve proposta de valor de outorga.

Com um total de 432,8 quilômetros, o Lote 3 abrange rodovias localizadas entre São Sebastião do Paraíso e Três Corações, no Sul de Minas Gerais, contemplando 22 municípios.

O consórcio vencedor do leilão ficará responsável pelos serviços de operação, manutenção e conservação dos trechos ao longo dos 30 anos de contrato. A empresa também deverá realizar a duplicação de trecho de aproximadamente 8 quilômetros da MGC-491, entre Varginha e Três Corações, a implantação de cerca de 30 quilômetros de faixas adicionais e de 236 quilômetros de acostamentos, além da execução de diversos dispositivos nas interseções rodoviárias.

O lote demandará investimentos estimados em R$ 2,6 bilhões ao longo dos 30 anos de concessão, sendo R$ 1,3 bilhões nos oito primeiros anos, incluindo trechos de duplicação. A expectativa é que os recursos ampliem a segurança e o conforto nas vias, com a inclusão de serviços para os usuários, como socorro mecânico, atendimento médico, combate a incêndios e apreensão de animais.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias, Pedro Bruno, destacou a importância de dar sequência a um dos mais bem-sucedidos programas de concessões e parcerias do país.

“Apenas no segmento rodoviário, hoje estamos realizando o sétimo trecho concessionado em Minas Gerais. São mais de 2,4 mil quilômetros concessionados e mais de R$ 15 bilhões de investimentos contratados para melhorar a infraestrutura do nosso estado”, enfatizou.

O vice-governador de Minas Gerais, Professor Mateus, lembrou que ao longo do primeiro mandato do governador Romeu Zema, foi alcançada a marca de R$ 19 bilhões em investimentos contratados através de leilões, e que a meta, agora, é chegar aos R$ 28 bilhões em parcerias e concessões.

“Temos muito ainda pela frente. Mas acho que os passos dados até aqui demonstram, de forma definitiva, que Minas Gerais fará valer a decisão do governador Romeu Zema de transformar a infraestrutura no grande eixo de desenvolvimento”, concluiu.

 

imagem de destaque

Estruturação

O projeto de estruturação da concessão do lote 3 teve início em maio de 2020, quando o BNDES, mediante licitação, contratou o consórcio formado pela Future ATP, LOGIT, JGP e pelo escritório Queiroz Maluf para dar apoio à elaboração dos estudos. Eles englobam a projeção da demanda de tráfego e dos investimentos necessários para o horizonte de 30 anos, a avaliação econômico-financeira do projeto e de seus impactos socioambientais, além da elaboração das minutas do edital e do contrato de concessão.

Programa de Concessões Rodoviárias

Em sua totalidade, o Programa de Concessões Rodoviárias prevê a modelagem de outros lotes, que abrangem aproximadamente 2,4 mil quilômetros, beneficiando diretamente mais de 5 milhões de pessoas.

A expectativa do Governo de Minas é que sejam atraídos mais de R$ 17,5 bilhões em investimentos privados para a ampliação de capacidade e recuperação das rodovias, fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do estado.

Além disso, o Programa de Concessões Rodoviárias vai melhorar a qualidade das estradas mineiras, impactando diretamente na redução dos acidentes e segurança dos usuários.

 

 

Fonte: www.agenciaminas.mg.gov.br