Governador participa da inauguração do terminal executivo do aeroporto

GDF lança 4º ciclo do RenovaDF, que vai capacitar mais 2,5 mil alunos
10 de agosto de 2023
Como o Equador se tornou um país dominado pelo narcotráfico
11 de agosto de 2023
Exibir tudo

Governador participa da inauguração do terminal executivo do aeroporto

Localizada no antigo Terminal 2, a área foi remodelada para receber novos espaços e dar mais conforto aos usuários. Objetivo é estimular o turismo executivo no Distrito Federal

 

Adriana Izel, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

 

Só no primeiro semestre deste ano, 14.373 aeronaves da aviação geral pousaram e decolaram no Aeroporto Internacional de Brasília via 19 hangares que operam na área executiva. Com o intuito de melhorar a experiência dos usuários deste tipo de turismo, o aeroporto ganhou um novo terminal executivo, localizado no antigo Terminal 2, que foi desativado em 2017. O espaço foi inaugurado em solenidade na noite desta quarta-feira (9) com a presença do governador Ibaneis Rocha.

 

Com 425 m², a área foi totalmente climatizada e completamente remodelada com recepção, salas de espera e de reunião, raio-X para inspeção de pessoas e bagagens, espaço para órgãos como Polícia Federal e Receita Federal, banheiros e conveniência. A reforma foi feita em uma parceria do Banco de Brasília (BRB) com a Inframerica, administradora do Aeroporto de Brasília.

 

 

A nova infraestrutura do espaço incentivará o turismo na cidade e dará melhores condições tanto aos brasilienses, quanto a pessoas de outras localidades que embarcam e desembarcam na capital para compromissos políticos, administrativos, jurídicos e diplomáticos | Fotos: Renato Alves/ Agência Brasília

 

“O BRB já vem em um trabalho de parceria com a Inframerica há alguns anos nessa área do aeroporto. Temos uma sala VIP, que dá acesso direto aos clientes do BRB, para os voos comerciais, e, agora, essa parceria no terminal executivo, que vai trazer mais facilidade para quem faz voos internos”, destacou o líder do Executivo.

 

Para o governador, a nova infraestrutura do espaço incentivará o turismo na cidade e dará melhores condições tanto aos brasilienses, quanto a pessoas de outras localidades que embarcam e desembarcam na capital para compromissos políticos, administrativos, jurídicos e diplomáticos.

 

“A aviação executiva no DF estava muito prejudicada desde o fechamento do embarque aqui. Com essa renovação, nós facilitamos a vida dos turistas que vêm de outros Estados para cá e de outros países. Isso vai beneficiar bastante”, afirmou. “Essa é a nossa missão: trazer sempre mais turismo dando conforto para todos esses que chegam aqui na nossa cidade”, completou Ibaneis Rocha.

 

 

Ibaneis Rocha ressaltou a missão de o governo dele: “Trazer sempre mais turismo dando conforto para todos esses que chegam aqui na nossa cidade”

 

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, destacou que o turismo é um ponto chave de desenvolvimento do Distrito Federal, e que, por isso o banco tem feito investimentos nesse segmento. “Agora demos mais um passo na aviação geral trazendo um terminal de qualidade, capaz de atender a todos os interessados e os usuários, inclusive, com os serviços públicos, com a presença da Polícia Federal e da Receita Federal. Ou seja, mostramos tanto para cidade quanto para os nossos clientes que estamos junto deles em qualquer momento”, ressaltou.

 

O vice-presidente da Inframerica, Juan Djedjeian, explicou que essa era uma demanda antiga dos passageiros executivos desde o fechamento do terminal 2. “No passado perdemos alguns voos para outros aeroportos por falta de infraestrutura e esse terminal tende a tentar trazer de novo aqueles passageiros que optaram por outros aeroportos na região. Temos uma demanda muito grande, então decidimos fazer esse investimento trazendo um novo terminal para os nossos passageiros”, explicou.

 

 

Experiência diferenciada

 

Conforto, segurança e uma experiência diferente são os aspectos que os visitantes poderão usufruir no novo espaço. O empresário Paulo Muniz costuma utilizar o terminal em voos executivos feitos na aeronave da empresa dele, que fica em um dos hangares do aeroporto. Para ele, o espaço deixava a desejar. “A situação era um pouco precária. Tínhamos apenas um corredor com raio-X. Agora nesse momento ficou muito agradável para usufruir. Tem espaço para esperar, banheiro. Ficou muito bom”, comentou.

 

O empresário Eduardo Aroeiro acredita que o novo terminal supre uma necessidade da capital. “Esse terminal tem condição de trazer mais pessoas de fora que conhecerão a cidade e trarão investimentos para a cidade, gerando um desenvolvimento maior da economia do Distrito Federal”, avaliou.

 

A próxima novidade do terminal executivo será o embarque e desembarque de passageiros de voos internacionais em aeronaves executivas. A previsão é de que o serviço possa funcionar a partir do final de setembro.

 

Mais investimento na região

 

Além de uma sala VIP na área de voos comerciais e um terminal remodelado para a aviação executiva, o segmento terá mais investimentos do Banco de Brasília. O governador Ibaneis Rocha anunciou durante a solenidade que o BRB será o principal financiador de um shopping center a ser construído nas imediações do Aeroporto de Brasília. “Esse shopping center vai transformar essa região da cidade”, disse o chefe do Executivo.

 

Segundo o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, o investimento será de R$ 435 milhões. “Um shopping completamente inovador, aberto, que visa atender tanto o público do Lago Sul, do Park Way e do Park Sul, complementando o complexo do aeroporto, gerando emprego e renda e oferecendo soluções para a cidade”, adiantou.