Escrivão da PCDF e namorada são achados mortos em Águas Claras

Detran promove leilão de carros e motos a partir de 25 de março no DF
18 de março de 2024
Planetário de Brasília celebra 50 anos dedicados à ciência espacial
18 de março de 2024
Exibir tudo

Escrivão da PCDF e namorada são achados mortos em Águas Claras

Coluna Na Mira apurou que as vítimas são um escrivão da Polícia Civil do DF e a namorada dele. Polícia investiga hipótese de duplo suicídio

 

Mirelle PinheiroCarlos CaroneJéssica Ribeiro

18/03/2024 10:08, atualizado 18/03/2024 15:44

 

Um casal foi encontrado morto em um apartamento na Quadra 102 de Águas Claras, na manhã desta segunda-feira (18/3). Acionada para apurar o caso, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) fez perícia no imóvel, que fica no sétimo andar de um dos prédios do condomínio, e recolheu os corpos.

 

A ocorrência ficou registrada na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). A coluna Na Mira apurou que as vítimas são o escrivão da PCDF Leonardo Rodrigues Ribeiro e a companheira dele, Jéssica Raianne Alves de Souza.

 

Os dois corpos foram encontrados no quarto. As linhas de investigação preliminares da polícia envolvem as hipóteses de duplo suicídio ou feminicídio seguido de suicídio.

 

 

Leonardo atuava na 12ª DP (Taguatinga Centro) e chegou a perder o porte de arma devido a problemas psicológicos. A reportagem apurou que, após a morte da companheira, Leonardo teria chamado um vizinho e avisou que a companheira tinha se matado. Em seguida, voltou para o próprio apartamento.

 

“A polícia chegou ao local e conversou com uma testemunha, que informou que Leonardo a teria procurado, dizendo: ‘Minha esposa se matou. Peça ajuda’. Essa testemunha, então, teria descido com os filhos. Momentos depois, ouviu um disparo”, detalhou o segundo-tenente da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Carlos Cunha. Na sequência, o zelador subiu ao imóvel do casal e encontrou os corpos.

 

Foto colorida tirada de dia de um carro e uma van preta em frente à entrada de um prédio. Tanto o carro quanto a van apresentam as caracterizações da Polícia Civil do Distrito Federal.

 

Vizinhos relataram ao Metrópoles que moram muitos profissionais da área de segurança tem apartamentos no condomínio e que o casal morava na Torre A. Outros moradores também comentaram que Leonardo e Jéssica Raianne teriam participado de um churrasco na piscina do residencial, nesse domingo (17/3).

 

Perícia

 

Por meio de nota, a PCDF informou que investigando o caso e confirmou que os corpos foram encontrados pela manhã, em um apartamento de Águas Claras.

 

“Uma arma de fogo, identificada como um revólver calibre 38, foi encontrada no apartamento e também será submetida à perícia, assim como os corpos das vítimas, a fim de determinar a dinâmica dos fatos. Novas atualizações sobre o caso serão fornecidas com o avanço das investigações”, destacou o texto.

 

www.metropoles.com

 

Foto colorida tirada de dia de três homens em meio a uma área interditada para obras. Dois dos homens apresentam uma camiseta com a identificação da Polícia Civil.

Foto colorida tirada de dia de homem de camiseta preta em frente à traseira de um carro preto. Tanto a camisa do homem, quanto o carro possuem a caracterização da Polícia Civil do Distrito Federal

Foto colorida tirada de dia de uma van preta em frente à um prédio alto. Na lataria da van, estão as identificações do Instituto de Medicina Lega (IML).