Equipe de futsal do DF vence campeonato na China com apoio do Compete Brasília

Projeto de Lei quer “blindar” educação básica pública contra privatização
10 de julho de 2024
Explore o Quadrado: Confira roteiro para conhecer o legado artístico de Athos Bulcão e Burle Marx
11 de julho de 2024
Exibir tudo

Equipe de futsal do DF vence campeonato na China com apoio do Compete Brasília

Associação Desportiva de Futsal (Adef) disputou a final com a seleção de Portugal, em Xangai, no último dia 16; programa do GDF foi fundamental para a preparação e a participação das atletas

 

Por Agência Brasília* | Edição: Débora Cronemberger

 

A Associação Desportiva de Futsal do Distrito Federal (Adef) alcançou uma importante vitória ao conquistar o Campeonato Mundial Universitário de Futsal, organizado pela Federação Internacional do Esporte Universitário (Fisu). A competição foi realizada em Xangai, China, de 10 a 16 de junho.

 

 

Segundo Tatiana Weysfield, sócia-fundadora da Adef, o programa Compete Brasília foi essencial para a equipe: “A vitória nos Jogos Brasileiros Universitários em 2023 garantiu a vaga para o DF, mas somente o Compete tornou possível a participação no Mundial” | Foto: Divulgação/Fisu

 

Na final, realizada em 16 de junho, a equipe brasileira enfrentou a seleção de Portugal. Com uma atuação brilhante, o Brasil sagrou-se campeão com uma vitória por 3 a 1. Um dos gols foi marcado por Amanda de Paula, atleta da Adef desde os 11 anos, que teve passagem pela Seleção Brasileira Sub-20.

 

O apoio do programa Compete Brasília foi fundamental para a preparação e participação da equipe no campeonato. O secretário de Esporte e Lazer do DF, Renato Junqueira, ressaltou a importância do programa. “O Compete Brasília vem proporcionando recursos e oportunidades que transformam sonhos em realidade. A conquista da Adef no Campeonato Mundial Universitário de Futsal é um exemplo do impacto positivo desse apoio, evidenciando o compromisso da pasta em promover o esporte e a inclusão”, explica.

 

As campeãs mundiais participam atualmente dos Jogos Universitários do DF, buscando uma vaga nos Jogos Brasileiros Universitários (JUBs) | Foto: Naiara Gresta/SEL

 

Tatiana Weysfield, sócia-fundadora da Adef, comentou sobre o significado dessa vitória para a equipe. “O título no mundial enaltece a qualidade técnica do futsal do DF, uma vez que 10 das 14 atletas campeãs mundiais, inclusive o corpo técnico, foram todos formados no DF”, destaca.

 

Tatiana também falou sobre a importância do Compete Brasília. “O programa foi essencial para que a equipe pudesse confirmar presença no mundial. A vitória nos Jogos Brasileiros Universitários em 2023 garantiu a vaga para o DF, mas somente o Compete tornou possível a participação no Mundial”.

 

O projeto da Adef abrange 54 atletas com idades entre 12 e 35 anos. Além do treinamento esportivo, a associação oferece suporte psicológico, médico, odontológico e pedagógico, incluindo bolsas de estudo em instituições de ensino parceiras. Essa abordagem holística foi crucial para a indicação da equipe brasileira ao campeonato mundial universitário.

 

Quanto aos próximos desafios, as campeãs mundiais participam atualmente dos Jogos Universitários do DF, buscando uma vaga nos Jogos Brasileiros Universitários (JUBs), que também serão em Brasília. Além disso, as atletas participam da Liga Feminina de Futsal (LFF), representando a Adef/Apcef e terão jogos em casa (Apcef-DF) para buscar a classificação. Na Copa do Brasil, a equipe se classificou em 23 de junho para as semifinais, jogando contra o Futminas (MG).

 

*Com informações da SEL