Homem morre após ser esfaqueado por companheira; mulher alega legítima defesa, diz delegada

Inauguração de salas modulares cria 770 vagas em escolas de Planaltina
17 de dezembro de 2023
Deque do Lago Veredinha transforma paisagem de Brazlândia
18 de dezembro de 2023
Exibir tudo

Homem morre após ser esfaqueado por companheira; mulher alega legítima defesa, diz delegada

Morte ocorreu por volta das 9h30 da manhã, no Paranoá, na casa de amigos do casal. Em depoimento aos policiais, mulher afirma que sofreu outras agressões e foi a primeira vez que tentou se defender.

 

Por Carina BenedettiFernanda Bastos, TV Globo e g1 DF

17/12/2023 16h05  Atualizado há 7 minutos

 

Um homem, de 42 anos, morreu, neste domingo (17), após ser esfaqueado pela companheira, de 34 anos, no Paranoá, no Distrito Federal. O crime ocorreu por volta das 9h30 da manhã, na casa de amigos do casal, e a mulher alega legítima defesa, segundo a delegada Laryssa Neves, da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), que é responsável pelo caso.

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), ao chegar no local, o homem que estava com um ferimento no lado esquerdo do tórax e com uma parada cardiorespiratória. Os bombeiros tentaram reanimá-lo, mas ele morreu no local.

 

Em depoimento à polícia, a mulher afirma que o homem, com quem tinha 10 meses de relacionamento, tentou agredi-la e ela usou a faca para se proteger. Assim que o homem foi atingido, a mulher ligou para os bombeiros e para a polícia, segundo a delegada Laryssa Neves.

 

“Foi ela quem ligou para os bombeiros e para a polícia, foi ela quem prestou o primeiro socorro. Ela não tinha intenção de matar. Ela não tinha medidas protetivas, mas as agressões ela alega que já sofria, quando ele bebia ficava agressivo. Foi a primeira vez que ela pegou alguma coisa para se defender”, diz a delegada.

 

A mulher, que vai ficar detida, prestou depoimento no domingo e vai responder por homicídio consumado. Ela não tem antecedentes criminais e a audiência de custódia deve ser nesta segunda-feira (18), segundo a delegada.

 

 

Morte no Paranoá

Morte no Paranoá

Bombeiros fazem atendimento no Paranoá após homem ser esfaqueado. — Foto: Divulgação/CBMDF