CLDF aprova reestruturação da carreira de assistência social sob aplausos e na presença da primeira-dama do DF

GDF divulga ações para redução e acolhimento da população em situação de rua
19 de março de 2024
Segurança Pública ganha reforço de 669 novos policiais militares
20 de março de 2024
Exibir tudo

CLDF aprova reestruturação da carreira de assistência social sob aplausos e na presença da primeira-dama do DF

CLDF aprova reestruturação da carreira de assistência social sob aplausos e na presença da primeira-dama do DF

 

Publicado em 19/03/2024 17h53

Servidores da categoria comemoraram a aprovação na galeria do plenário

 

A Câmara Legislativa aprovou, em dois turnos e redação final, nesta terça-feira (19), o projeto de lei que reestrutura a carreira pública de assistência social do Distrito Federal. O PL nº 1.010/24 foi lido na sessão desta tarde, e sua apreciação foi priorizada pelos distritais. Da galeria do plenário, servidores da categoria vibraram com a aprovação. A votação também foi acompanhada pela primeira-dama do DF, Mayara Noronha, que já chefiou a Secretaria de Desenvolvimento Social.

 

O texto, de autoria do Poder Executivo, resulta de um longo processo de discussão com os trabalhadores da área, que chegaram a cruzar os braços por mais de dois meses em busca de negociação com o governo.

 

A proposta prevê a incorporação – gradativa, até 2026 – da Gratificação de Desempenho Social (GDS) ao vencimento dos servidores. Além disso, institui uma nova gratificação, chamada de Gratificação em Desenvolvimento e Assistência Social (GDAS), a ser calculada sobre o vencimento básico de acordo com a classe e padrão do servidor na carreira, podendo ser de 15%, 25% ou 30%. Outras duas gratificações (GPS e GAR) deixarão de ser pagas a partir de 1º de outubro deste ano.

 

O PL cria, ainda, mais cinco padrões na progressão da carreira e autoriza a ampliação da carga horária de 30 horas para 40h a todos os servidores que desejarem.

 

Essa reestruturação, segundo estimativa do governo, deve acarretar um impacto orçamentário de cerca de R$ 21,1 milhões no exercício financeiro de 2024.

 

A primeira-dama e ex-secretária de Desenvolvimento Social do DF, Mayara Noronha, ressaltou a “construção conjunta” da proposta e destacou que a valorização da carreira vai beneficiar, não somente os servidores, mas o “cidadão lá na ponta”.

 

“A soma de muita luta e de muita sensibilidade resulta em vitória para vocês, mas, sobretudo, para a sociedade”, afirmou o presidente da CLDF, deputado Wellington Luiz (MDB), dirigindo-se aos presentes na galeria.

 

Diversos parlamentares cumprimentaram os representantes da categoria e frisaram a luta por melhorias na carreira. “Essa vitória foi conquistada com muita luta”, apontou Fábio Felix (PSOL).

 

Já o líder do governo na Casa, Robério Negreiros (PSD), agradeceu ao governador Ibaneis Rocha, “que determinou que a reestruturação saísse mesmo com as dificuldades orçamentárias”.

 

Denise Caputo – Agência CLDF