Banco de Brasília adere a pacto da ONU e reforça compromisso com agenda ESG

Robério Negreiros destina R$ 100 mil ao Hospital Regional de Taguatinga
28 de setembro de 2023
Quase 70 morreram em confrontos com a polícia da Bahia no mês
30 de setembro de 2023
Exibir tudo

Banco de Brasília adere a pacto da ONU e reforça compromisso com agenda ESG

A iniciativa tem a missão de gerar oportunidades de negócios e ampliar ações sobre sustentabilidade

 

Agência Brasília* | Edição: Igor Silveira

 

O BRB entrou para o rol de empresas que integram o Pacto Global das Nações Unidas. A adesão foi aceita pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como missão gerar oportunidades de negócios ao mesmo tempo que amplia o compromisso do banco com a agenda de sustentabilidade.

 

O Pacto Global é uma iniciativa voluntária que fornece diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras. Ele se materializa nos Dez Princípios Universais derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho (OIT) sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, e da Convenção das Nações Unidas Contra à Corrupção.

 

A partir da adesão, o banco tem agora um compromisso formal de alinhar suas ações aos princípios universais do Pacto e à colaboração com a Agenda 2030 | Foto: Paulo H Carvalho/Agência Brasília

 

Presidente do Banco BRB, Paulo Henrique Costa reforçou, com orgulho, o posicionamento da instituição no enfrentamento dos desafios sociais. “Como um banco público que reafirma diariamente seu compromisso social, o BRB vai se dedicar ainda mais no incremento de ações e de estratégias em apoio às iniciativas que impactem o mundo positivamente, trazendo benefícios para a sociedade, como é o caso em relação ao Pacto Global. As empresas têm papel essencial nesse processo de transformação necessário para o mundo”, afirmou.

 

A partir da adesão, o banco tem agora um compromisso formal de alinhar suas ações aos princípios universais do Pacto e à colaboração com a Agenda 2030, para que os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU sejam atingidos em sete anos. Os ODS são a transcrição dos desafios que merecem a atenção da sociedade, como a busca pela garantia dos direitos humanos, eliminação da pobreza, luta contra a desigualdade e a injustiça e ação rápida em relação às mudanças climáticas.

 

Algumas das inciativas mais recentes do BRB demonstram a preocupação com esses desafios e com a construção de um mundo melhor. O BRB foi o 1º banco brasileiro a substituir o material de todo o seu portfólio de cartões de plástico por PVC 100% reutilizado. Além disso, o banco operacionaliza os programas sociais do Governo do Distrito Federal e, desde 2019, foram pagos R$ 1,3 bilhão em benefícios e alcançadas mais de 394 mil famílias.

 

“Nossa intenção é encaminhar à ONU, no ano que vem, após 12 meses da adesão, uma Comunicação de Progresso (COP) que transpareça claramente a internalização do Pacto na cultura organizacional no BRB e sua materialização em entregas sociais relevantes”, acrescentou Paulo Henrique.

 

*Com informações do BRB