Rodoviárias de 43 cidades de Goiás serão reformadas; veja quais

Mulher morre após ser esfaqueada na feira da Torre de TV, em Brasília
9 de outubro de 2023
No Lide, governador destaca ações para manter desenvolvimento do DF
10 de outubro de 2023
Exibir tudo

Rodoviárias de 43 cidades de Goiás serão reformadas; veja quais

Passageiros reclamam das péssimas condições dos terminais rodoviários. Reforma trará mais conforto e comodidade ao cidadão.

 

Por Augusto Sobrinho, g1 Goiás

09/10/2023 06h01  Atualizado há 6 horas

 

Se você costuma fazer viagens de ônibus, com certeza já deve ter feito paradas em rodoviárias muito velhas ou, simplesmente, caindo aos pedaços. Para solucionar esse problema, o Governo de Goiás autorizou a reforma de 44 terminais rodoviários estaduais de 43 cidades.

 

A auxiliar de produção Jade Meireles, que frequenta a rodoviária de Pires do Rio, no sudeste de Goiás, fala sobre as condições do local. “Falta um lugar bom para sentar, lanchonete e os banheiros são muito precários. Falta uma estrutura melhor para gente”, disse em entrevista à TV Anhanguera.

 

Diante dessa situação, foi autorizado que 44 rodoviárias passem por estudos de melhorias técnicas e operacionais. A autorização foi dada por meio da Secretaria-Geral de Governo (SGG), da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) e da Goiás Parcerias.

 

Confira as rodoviárias que vão passar por reforma:

 

Bloco 1 (Entorno do DF): Abadiânia, Alexânia, Corumbá de Goiás e Pirenópolis;

 

Bloco 2 (Sudeste Goiano): Silvânia, Vianópolis, Pires do Rio, Ipameri e Ouvidor;

 

Bloco 3 (Sul Goiano e Região Metropolitana de capital): Aparecida de Goiânia, Piracanjuba, Pontalina, Morrinhos e subterminal, Água Limpa, Buriti Alegre e Corumbaíba;

 

Bloco 4 (Oeste Goiano): Britânia, Paraúna, Aragarças, Caiapônia e Sanclerlândia;

 

Bloco 5 (Noroeste Goiano): Itaberaí, Goiás, São Miguel do Araguaia e Itapuranga;

 

Bloco 6 (Centro Goiano): Barro Alto, Jaraguá, Goianésia, Rubiataba, Itapaci, Uruaçu e Niquelândia;

 

Bloco 7 (Nordeste Goiano): São João d’Aliança, Campos Belos de Goiás, Iaciara, Posse, São Domingos, Alto Paraíso de Goiás, Alvorada do Norte e Cabeceiras;

 

Bloco 8 (Sudoeste Goiano): Itajá, Quirinópolis e Serranópolis.

 

Rodoviárias de 43 cidades de Goiás serão reformadas — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Rodoviárias de 43 cidades de Goiás serão reformadas — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

 

As propostas de reforma serão elaboradas pelo grupo Garin Infraestrutura e Moysés & Pires Sociedade de Advogados, que foi selecionado em chamamento público em julho deste ano. A empresa tem 90 dias para apresentar os estudos técnicos, operacionais, econômicos para melhoria dos terminais.

 

Após a análise e aprovação dos estudos, o Estado deverá contratar o serviço por meio de licitação. O diretor-presidente da Goiás Parcerias, Diego Soares, afirma que o objetivo do governo é levar mais conforto e comodidade aos passageiros, além de mais qualidade para o cidadão.

 

“É uma oportunidade para que os terminais, seus ambientes e equipamentos passem por adequações, fomentando negócios regionais e, principalmente, levando comodidade e prestação de serviço com qualidade para o cidadão que precisa se locomover dentro do estado”, explica.

 

44 terminais rodoviários estaduais serão reformados, em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

44 terminais rodoviários estaduais serão reformados, em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera