Levantamento revela que 6 pessoas desaparecem a cada 24 horas no DF; principais vítimas são adolescentes

Economia adquiri 42 veículos SUV e reforça fiscalização
20 de maio de 2023
GDF reforma campo de futebol sintético em São Sebastião
22 de maio de 2023
Exibir tudo

Levantamento revela que 6 pessoas desaparecem a cada 24 horas no DF; principais vítimas são adolescentes

Estudo inédito do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que foram 7.203 vítimas entre 2019 e 2021. Desses, 26,2% têm entre 12 e 17 anos.

 

Por Walder Galvão, g1 DF

22/05/2023 10h20  Atualizado há 3 horas

 

Mais de 7 mil pessoas desapareceram no Distrito Federal entre 2019 e 2021, de acordo com um levantamento inédito do Fórum Brasileiro de Segurança Pública – 6.140 foram encontradas nesse período. Em média, são seis desaparecidos por dia.

 

De acordo com o estudo, adolescentes de 12 a 17 anos são os que mais desaparecem na capital (26,2%). Em seguida, estão pessoas entre 30 e 39 anos (19,3%) (veja detalhes abaixo).

 

Pessoas desaparecidas no DF entre 2019 e 2021:

 

0 a 11 anos: 241 (3,4%)

12 a 17 anos: 1.858 (26,2%)

18 a 24 anos: 1.063 (15%)

25 a 29 anos: 716 (10,1%)

30 a 39 anos: 1.370 (19,3%)

40 a 49 anos: 951 (13,4%)

50 a 59 anos: 465 (6,6%)

60 anos ou mais: 434 (6,1%)

Não informado: 105

 

O levantamento mostra ainda que os homens (4.370) foram os que mais desapareceram na capital durante o período. Ao todo, foram registrados 2.823 casos relacionados às mulheres.

 

Segundo o estudo, apesar dos adolescentes serem a maior parte das vítimas, informações dos entrevistados mostram que a investigação desses casos não é tida como prioridade pelos policiais, porque são compreendidos como “problema de família”.

 

“As famílias são vistas como ‘instâncias produtoras de desaparecimentos’ em função da violência doméstica ou fruto da ‘rebeldia’ dos adolescentes. É comum, portanto, que a polícia, nesses casos, apenas faça o registro, sem que haja uma atuação policial”, diz o relatório.

 

Familiares de pessoas desaparecidas se abraçam — Foto: Victor Moriyama/CICV

Familiares de pessoas desaparecidas se abraçam — Foto: Victor Moriyama/CICV

 

Mais de 200 mil desapareceram no Brasil

 

No âmbito nacional, o levantamento mostra que foram mais de 200 mil desaparecidos entre 2019 e 2021. Ou seja, uma média de 183 por dia.

 

Do total, 112 mil pessoas foram encontradas no período. A nível nacional, os adolescentes de 12 a 17 anos são os que mais desaparecem (29,3%); 10% são jovens de 25 a 29 anos; 6,6% são pessoas com mais 60 anos; e as crianças representam 3,1%.

 

O Fantástico acompanhou buscas em tempo real para mostrar como o Brasil procura os seus desaparecidos. Assista à reportagem completa no vídeo acima.

 

Como comunicar o desaparecimento de alguém?

 

Para comunicar o desaparecimento de uma pessoa não é preciso aguardar 24 horas. Basta procurar a delegacia de polícia mais próxima e registrar um boletim de ocorrência.

 

Também é importante informar as autoridade quando o desaparecido for encontrado.

 

Para comunicar sobre crianças desaparecidas em qualquer localidade do Brasil, basta usar o serviço do Disque 100. Para crianças desaparecidas no Distrito Federal, há o serviço Disque 197.