Governo investirá R$ 67,5 milhões na construção de 70 módulos escolares

 Governo capacita 43 mil pessoas e movimenta R$ 2,5 bilhões em incentivos
7 de maio de 2023
Setor Comercial Sul terá cerca de 300 novas atividades
8 de maio de 2023
Exibir tudo

Governo investirá R$ 67,5 milhões na construção de 70 módulos escolares

Obras começaram nesta terça (2), com a limpeza e demarcação de terreno; ampliação das instalações vai contemplar, ao todo, 56 escolas de diversas regiões administrativas

 

Agência Brasília * Edição: Chico Neto

NOVACAP

 

Foi dada a largada, nesta terça-feira (2), para um empreendimento que beneficiará o ensino público em todo o DF. A Novacap deu início à limpeza e demarcação do terreno onde será construído o primeiro dos 70 módulos que vão ampliar 56 escolas em diversas regiões administrativas (RAs).  As primeiras unidades beneficiadas serão a Escola Classe 16 Planaltina e o CEI 01 da cidade. “Daremos continuidade para as escolas que serão contempladas, definidas a cada mês”, afirma o diretor de Edificações da Novacap, Rubens de Oliveira.

 

Terrenos começam a ser limpos e demarcados para a instalação dos módulos, que garantirão mais conforto a quase 15 mil estudantes | Foto: Divulgação/Novacap

 

Ao todo, 420 salas de aulas serão construídas para o desafogamento de turmas, permitindo que 14.700 alunos possam ter mais conforto estudando perto de casa. Os investimentos do GDF serão de R$ 67,5 milhões.

 

“Esse repasse para a Novacap executar a construção dos módulos é mais uma confirmação de que a educação é uma prioridade da gestão do governador Ibaneis Rocha”, pontua o presidente da Novacap, Fernando Leite.  A medida também  vai reduzir custos da Secretaria de Educação (SEE) com o transporte escolar de crianças que precisavam se deslocar em maiores distâncias para ter aula.

 

A proposta foi desenvolvida considerando seis salas de aula, dois banheiros para pessoas com deficiência e dois para uso geral, em cada um dos 70 módulos. Também há módulos com quatro salas de aula e dois banheiros. A estrutura será convencional, com vedação em alvenaria, cobertura metálica e telhas termoacústicas, que diminuirão o calor e o barulho. Cada sala de aula possui área de 43,8 m² e capacidade para 35 alunos, em conformidade com o disposto no Decreto nº 20.769, de 1999. Os blocos contam ainda com pátio descoberto, áreas de circulação e de convivência e canteiros.

 

“Os blocos estão vindo por duas razões: para desafogar uma demanda reprimida por vagas em escolas nas mais variadas modalidades de ensino, em praticamente todas as regiões administrativas do Distrito Federal, urbana ou até mesmo rural, e também como possibilidade de ampliar a escola em tempo integral”, afirma a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá. “Os prazos de construções são relativamente rápidos e atenderão o principal objetivo da Secretaria de Educação, que é levar escola para perto de onde os estudantes moram.”

 

Qualidade de vida

 

As regiões administrativas que receberão os novos módulos escolares são Sobradinho, Planaltina, Gama, Recanto das Emas, Santa Maria, São Sebastião, Brazlândia, Ceilândia, Paranoá, Samambaia, Taguatinga e Guará. Com a divisão da licitação em lotes para atender as RAs, o processo já foi concluído.

 

As obras serão feitas de forma escalonada ao longo deste ano. O presidente da Novacap lembra que a construção dos módulos para a expansão da rede pública de ensino vai melhorar a qualidade de vida de alunos e professores.

 

*Com informações da Novacap