Alunos da escola cívico-militar de Planaltina recebem kits de uniformes

Fraude na Amazônia: empresas usam terras públicas como se fossem particulares para vender créditos de carbono a gigantes multinacionais
5 de outubro de 2023
Aborto, drogas e convocação de Bolsonaro podem fazer direita voltar às ruas
6 de outubro de 2023
Exibir tudo

Alunos da escola cívico-militar de Planaltina recebem kits de uniformes

A escola é a segunda que recebe o material. Calendário de entrega nas demais unidades segue neste mês

 

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

 

Mais uma escola de gestão de ensino entre as secretarias de Segurança Pública do DF (SSP-DF) e de Educação (SEEDF) – o Centro de Ensino Fundamental 04 (CEF 04) de Planaltina – recebeu os enxovais de uniformes nesta segunda-feira (2). Os kits – compostos por seis peças, entre camisetas, calça, casaco e bermuda – foram entregues a 1,2 mil alunos. Os mais de 18 mil uniformes adquiridos serão entregues às demais escolas neste mês. Pelo calendário de entregas, a próxima unidade escolar a receber será o Centro Educacional 308, do Recanto das Emas.

 

“A segurança pública começa aqui, na escola, nas relações familiares. Por isso é tão importante a manutenção da disciplina. Sem isso, as situações adversas vão te tentar e vão se apresentar num amigo que te oferece droga, é presenciando na violência doméstica ou uma simples falta de respeito a uma colega de classe. Cabe a cada um de vocês escolher o caminho”, frisou Alexandre Patury, secretário executivo de Segurança Pública do Distrito Federal.

 

O recebimento dos uniformes é comemorado por Dalva da Silva, mãe do aluno Júlio César Brito, do 8º ano. “Sempre me senti segura em ter meu filho estudando aqui. E esses uniformes são a manifestação dessa segurança”, sorri.

 

Projeto

 

O projeto das escolas de gestão compartilhada (EGCs) é fruto de uma parceria entre as secretarias de Segurança Pública (SSP-DF) e de Educação (SEEDF) para realização de ações conjuntas. O objetivo é proporcionar uma educação de qualidade, bem como construir estratégias voltadas à segurança comunitária e ao enfrentamento da violência no ambiente escolar, promovendo uma cultura de paz e o pleno exercício da cidadania.

 

Doze escolas adotaram o modelo compartilhado de ensino. A última delas foi em Brazlândia, que passou a utilizar o formato neste ano. “Contribuir com a segurança da comunidade escolar, garante aos nossos jovens e professores tranquilidade para exercer plenamente as atividades pedagógicas”, afirma o subsecretário de Gestão Compartilhada da SSP-DF, Alexandre Ferro.

 

 

Os conjuntos de uniformes entregues pelo secretário executivo Alexandre Patury aos alunos do CEF 04 de Planaltina são compostos por camisetas, calça, casaco e bermuda | Foto: Divulgação/SSP-DF

 

O projeto das escolas de gestão compartilhada atende às seguintes escolas públicas do Distrito Federal:

 

→ Centro Educacional 3, de Sobradinho

→ Centro Educacional 308, do Recanto das Emas

→ Centro Educacional 1, da Estrutural

→ Centro Educacional 7, de Ceilândia

→ Centro Educacional 2, de Brazlândia

→ Centro Educacional Condomínio Estância III, de Planaltina

→ Centro Educacional 1, do Itapoã

→ Centro de Ensino Fundamental 19, de Taguatinga

→ Centro de Ensino Fundamental 1, do Núcleo Bandeirante

→ Centro de Ensino Fundamental 407, de Samambaia

→ Centro de Ensino Fundamental 1, do Riacho Fundo II

→ Centro de Ensino Fundamental 1, do Paranoá.

 

*Com informações da SSP-DF