Santa Maria completa 31 anos apostando na qualidade de vida dos moradores

#TBT: Ermida Dom Bosco, refúgio de fé, natureza e história em Brasília
11 de fevereiro de 2024
Fábrica Social ganha 100 novos equipamentos para início do ano letivo
12 de fevereiro de 2024
Exibir tudo

Santa Maria completa 31 anos apostando na qualidade de vida dos moradores

De 2019 para cá, mais de R$ 150 milhões foram investidos na cidade, que ganhou terminal rodoviário, escola técnica e posto de saúde, entre outras melhorias

 

Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Igor Silveira

 

A busca por uma vaga no mercado de trabalho não tem sido fácil para Débora Machado. Aos 41 anos, a moradora de Santa Maria já foi segurança, auxiliar de serviços gerais, copeira e organizadora de eventos. A vasta experiência, no entanto, não tem conseguido superar a falta de uma formação profissional na batalha por um emprego. Por isso, quando a Escola Técnica de Santa Maria foi inaugurada, em agosto de 2023, a dona de casa enxergou ali a chance que faltava para dar uma guinada na vida profissional.

 

 

Completando 31 anos neste sábado (10), Santa Maria recebeu mais de R$ 150 milhões em investimento desde 2019 | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

 

“Estou me matriculando no curso de informática, porque sei que a área de tecnologia é uma das que mais crescem no país”, conta Débora. “Poder estudar de graça, perto de casa, é uma oportunidade única, que eu nunca imaginei que teria – moro em Santa Maria há 11 anos e posso dizer que a cidade evoluiu muito nos últimos anos. É uma felicidade para quem vive na região e já passou por tantas dificuldades”.

 

A percepção de Débora sobre o desenvolvimento de Santa Maria, cidade com mais de 120 mil habitantes, não podia estar mais correta. Completando 31 anos neste sábado (10), a região recebeu mais de R$ 150 milhões em investimento desde 2019. Montante que não foi aplicado apenas no setor da educação, como a própria dona de casa faz questão de ressaltar.

 

 

“A pavimentação da VC-371, por exemplo, impactou fortemente na minha vida”, afirma Débora. “Sou uma das primeiras moradoras do condomínio Total Ville e, quando cheguei lá, não tínhamos nada, nem luz, nem internet. Para fugir do tráfego pesado da BR-040, a gente acabava usando a vicinal. Mas as condições da pista eram terríveis, com muitos buracos e muita poeira. Agora, além da pavimentação, temos calçadas, iluminação…”

 

Em julho de 2021, a cidade viu seu primeiro Terminal Rodoviário ser inaugurado, uma obra de R$ 4,8 milhões

 

Via de ligação entre o Total Ville e Santa Maria, a VC-371 também ganhou uma ciclovia ao longo dos seus 4,5 km de extensão. O Governo do Distrito Federal (GDF) investiu R$ 6,7 milhões na obra que, desde fevereiro de 2021, traz mais segurança para cerca de 25 mil pessoas que moram próximo ao trecho.

 

“Essa obra era uma demanda antiga da população, que pedia a pavimentação da via há quase três décadas”, observa o administrador de Santa Maria, Josiel França. “Nesses últimos cinco anos, a gente percebe que Santa Maria teve uma explosão de crescimento. A prova disso é o retorno que a própria população nos dá, sempre com muitos elogios às melhorias que estão sendo feitas na região.”

 

 

Mobilidade urbana

 

Outra obra que melhorou o fluxo do trânsito em Santa Maria foi a pavimentação da VC-361. A pista de 3 km, localizada entre a DF-480 e a DF-483, não só liga a cidade ao Gama, como também passa em frente ao campus da Universidade de Brasília (UnB-Gama). A melhoria, no valor de 4,6 milhões, tem beneficiado aproximadamente 15 mil pessoas que transitam pela área diariamente.

 

“Além disso, apostamos muito no desenvolvimento do Polo JK, nosso setor industrial”, comenta Josiel. “O barro que tomava conta das pistas ficou no passado. Agora, oferecemos toda a infraestrutura necessária para que empresários se instalem na região”. Mais de R$ 50 milhões custearam o asfaltamento de 6,8 km de vias e a construção de 6,6 km de ciclovias, calçadas e praças, além da implantação de paisagismo.

 

A Escola Técnica de Santa Maria foi inaugurada em agosto de 2023

 

Quem depende de transporte coletivo para se locomover por Santa Maria também ganhou atenção especial do GDF. Em julho de 2021, a cidade viu o primeiro Terminal Rodoviário ser inaugurado, uma obra de R$ 4,8 milhões. O espaço, localizado na Quadra 401, oferece dez boxes para embarque e desembarque de passageiros, 53 baias de ônibus e um estacionamento para 60 veículos e 25 motocicletas, além de bicicletário e banheiros.

 

Para a dona de casa Giovana Nascimento dos Santos, 26 anos, o terminal rodoviário garantiu mais conforto aos usuários de transporte coletivo. “Para pegar um circular, a gente ficava nas paradas de ônibus, que muitas vezes lotavam. Agora, com esse espaço, ficou muito melhor. A gente espera pelo coletivo com todo o conforto. Tem bancos, banheiros… Uma estrutura muito boa para quem tem muitos filhos, como eu”, avalia.

 

 

Novas creches e UBS

 

Mãe de quatro crianças, e carregando o quinto filho na barriga, Giovana também comemora a construção de novas creches em Santa Maria. A cidade está prestes a receber mais um Centro de Educação para a Primeira Infância (Cepi), localizado na CL 201. “Saber que os filhos estarão seguros e bem cuidados é uma tranquilidade para as mães que precisam sair para trabalhar”, aponta Giovana.

 

 

UBS de Santa Maria garante atendimento hospitalar à população da cidade com estrutura e qualidade

 

O GDF aportou mais de R$ 4,2 milhões na obra, que segue o mesmo modelo das outras cinco unidades que atendem a cidade – 10 salas, cozinha, lavanderia, lactário, playground e toda a infraestrutura necessária para atender 188 crianças com até 6 anos, em período integral. Além disso, outra creche está sendo erguida na Vila DVO. E a construção do oitavo Cepi de Santa Maria, na QR 215/315, foi autorizada no início de janeiro.

 

Ainda no mês passado, a cidade ganhou um novo postinho de saúde. Funcionando como ponto de apoio à Unidade Básica de Saúde (UBS) 6, o centro ocupa o prédio do antigo posto policial da EQ 304/307, na região sul da cidade. Uma verba de R$ 700 mil, proveniente de emendas parlamentares, garantiu a renovação do prédio, que passou a abrigar duas equipes de Estratégia de Saúde da Família (EsF).

 

“Dou nota 10 para o novo postinho. O atendimento é bom, rápido, e a estrutura é muito boa – tudo limpinho, arrumadinho, pintado. A gente chega ruim e sai boa, só de estar em um ambiente agradável”, elogia a cozinheira Jéssica Campos, 34. “Da primeira vez que vim aqui, consegui consulta para os meus filhos no mesmo dia. Agora, estamos voltando para apresentar os exames que a médica pediu. Gostei bastante daqui.” Com a inauguração da unidade, Santa Maria passou a contar com sete UBSs.

 

Lazer ao ar livre

 

Educação, saúde, mobilidade urbana… Morador de Santa Maria há 12 anos, o salva-vidas Dilmar Araújo Batista, 37, garante que percebe melhorias em todos esses setores. Mas o que encanta mesmo o maranhense de nascença é a qualidade de vida que a cidade oferece para seus habitantes.

 

“Eu adoro andar de bicicleta pela região. Consigo sair de casa com minha filha de 7 anos e pedalar em segurança, pelas ciclovias, até chegar ao Parque Ecológico de Santa Maria”, comenta. “Aqui é cercado, bem iluminado, tem parquinhos, quadra esportiva, vigilante. A gente se sente seguro, né? Pelo menos duas vezes por semana eu venho para cá com minha princesinha.”

 

O parque passou por obras no valor de R$ 1 milhão e, em 2021, foi entregue à população com parque infantil, ponto de encontro comunitário (PEC), quadra de areia, quadra poliesportiva, pergolado ao ar livre e lixeiras, além de bancos e mesas de concreto. No ano passado, o espaço ganhou cerca, iluminação e um portal com guarita.