Prefeitura de Goiânia avança nas obras do Complexo Viário da Avenida Castelo Branco, o 5º da gestão Rogério

Sérgio Izalci, filho do senador, é eleito presidente do PSDB-DF
16 de outubro de 2023
Criança de 2 anos é encontrada morta em casa, no DF; polícia investiga maus-tratos
18 de outubro de 2023
Exibir tudo

Prefeitura de Goiânia avança nas obras do Complexo Viário da Avenida Castelo Branco, o 5º da gestão Rogério

Obra realizada no entroncamento das avenidas Leste-Oeste e Castelo Branco é orçada em mais de R$ 14 milhões. Na atual administração, Goiânia já recebeu os viadutos da Moda, Complexo da Jamel Cecílio, Viaduto Lauro Belchior e o Viaduto Iris Rezende Machado. Investimentos totalizam R$ 68,5 milhões

 

quinta-feira, 12 outubro 2023, 17:36 | INFRAESTRUTURA

 

A Prefeitura de Goiânia já avançou 26% da obra do Complexo Viário da Avenida Castelo Branco, que tem previsão de entrega para dezembro deste ano. Orçado em mais de R$ 14 milhões, este é o quinto viaduto entregue pela gestão do prefeito Rogério para a Capital. Antes, foram inaugurados os viadutos da Moda, Complexo da Jamel Cecílio, Viaduto Lauro Belchior e o Viaduto Iris Rezende Machado. Ao todo, o município investiu R$ 68,5 milhões nas obras de infraestrutura.

 

“Conseguimos entregar importantes obras iniciadas em gestões anteriores, mostrando responsabilidade com os recursos públicos e com os anseios da população. Além disso, inauguramos obras estratégicas para a cidade, como o da Região da 44, local que recebe milhões de turistas anualmente e que carecia de uma infraestrutura capaz de suportar a demanda”, diz o prefeito Rogério.

 

Prefeitura prepara a entrega do quinto viaduto da gestão do prefeito Rogério: investimentos de R$ 68,5 milhões / Fotos: Seinfra

 

O Complexo Viário da Avenida Castelo Branco é composto por um elevado com aproximadamente 350 metros de comprimento, na Avenida Leste-Oeste, transpondo a Avenida Castelo Branco. O cronograma contempla ainda a implantação de um sistema de drenagem numa extensão de 845 metros e 13.639 metros quadrados de área pavimentada.

 

 

Inaugurações

A primeira grande obra de infraestrutura entregue foi em setembro de 2021, quando foi inaugurado o Viaduto da Moda Regina Pimenta Peixoto Moura, na Região da 44, ao custo de R$ 7 milhões. O local abriga um dos mais importantes polos de moda do País e recebe anualmente cerca de 16 milhões de turistas. A estrutura foi entregue na mesma data da nova extensão da Avenida Leste-Oeste, garantindo mais agilidade no trânsito para lojistas e consumidores.

 

No ano seguinte, no mês de maio, foram entregues três grandes viadutos em uma maratona de inaugurações. O primeiro foi o Complexo Viário Luiz José Costa, conhecido como Complexo da Jamel Cecílio. A obra homenageia o cantor goiano Leandro, irmão de Leonardo, morto em 1998, vítima de câncer.

 

A composição é dividida em três níveis: o viaduto na Avenida Deputado Jamel Cecílio, a rotatória no nível da Alameda Leopoldo de Bulhões e a trincheira da Marginal Botafogo. O complexo conta ainda com nova iluminação, rede de drenagem com bocas de lobo, paisagismo, calçadas acessíveis e sinalização. O custo total foi superior a R$ 32,5 milhões.

 

 

A segunda obra entregue pela Prefeitura naquele mês foi o Viaduto Lauro Belchior, que liga os setores Leste Universitário e Novo Mundo, realizando a conexão de 30 bairros da Região Leste da Capital. A estimativa é que cerca de 2,5 mil veículos cruzem a estrutura por dia. A superestrutura é constituída por oito vigas metálicas de cerca de 54 metros de comprimento e 2,5 metros de altura cada, vão central de 41 metros e dois balanços adjacentes de 6,17 metros. A via possui duas pistas com oito metros cada e quatro faixas de rolamento, e passarela de pedestres em toda a sua extensão. O valor da obra foi de aproximadamente R$ 7 milhões.

 

A terceira estrutura inaugurada foi o Complexo Viário Iris Rezende Machado, situado no cruzamento das avenidas Perimetral e Goiás. A obra faz parte do complexo do BRT Norte-Sul e teve um custo de R$ 8 milhões. O viaduto é formado por 27 vigas de 33 metros e nove vigas de 22 metros. São quatro faixas para tráfego, duas em cada sentido. Os ônibus do transporte coletivo contam uma faixa exclusiva em cada sentido e os demais automóveis uma faixa em cada sentido também.

 

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia