Suspeito de matar o cunhado com facada no pescoço no Distrito Federal é preso no Piauí

Caiado acaba com “indústria da multa”, em Goiás, que completa 2 anos e 7 meses sem radares móveis
9 de agosto de 2021
Travesti é encontrada morta e com marcas de agressão em rua do Gama, no DF
11 de agosto de 2021
Exibir tudo

Suspeito de matar o cunhado com facada no pescoço no Distrito Federal é preso no Piauí

Suspeito de matar o cunhado com facada no pescoço no Distrito Federal é preso no Piauí

Um dia antes da prisão, o suspeito chegou a atirar contra os policiais ao perceber que estava sendo seguido em Palmeirais, município piauiense.

Por Catarina Costa, G1 PI

09/08/2021 18h13  Atualizado há 21 minutos

 

Um homem identificado como Júlio César Pereira dos Santos, 30 anos, foi preso nesta segunda-feira (9) na cidade de Palmeirais, a 117 km de Teresina. Segundo a Polícia Civil, ele é suspeito de matar o próprio cunhado no dia 29 de julho em Planaltina, no Distrito Federal.

De acordo com o investigador Francisco Peres, do 19º Distrito Policial, a polícia recebeu a informação de que o suspeito chegou no sábado (7) no Povoado Cafundó, zona rural de Palmeirais. Um dia antes da prisão, Júlio chegou a atirar contra os policiais ao perceber que estava sendo seguido.

“No domingo (8), chegamos a presenciar ele bebendo em um bar, mas o suspeito chegou a atirar contra a nossa equipe e fugiu. Hoje fomos no endereço da mãe dele e conseguimos fazer a prisão do suspeito”, contou o investigador.

Júlio César tinha um mandado de prisão em aberto expedido pela Justiça do Distrito Federal. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina e deverá ser recambiado para o Distrito Federal em breve.

Suspeito de matar o cunhado com facada no pescoço é preso no Piauí — Foto: Divulgação/PC-PI

Suspeito de matar o cunhado com facada no pescoço é preso no Piauí — Foto: Divulgação/PC-PI

Entenda o caso

Júlio César Pereira dos Santos é suspeito de matar com uma facada no pescoço o cunhado Rogério, quando a vítima almoçava no sofá. O crime ocorreu no dia 29 de julho, no Assentamento Osiel Alves, em Planaltina, no Distrito Federal.

Conforme a investigação, a vítima estava na casa da irmã e teria interferido na briga do casal. Rogério mandou Júlio parar de bater na irmã dele.

A sós com o cunhado, Júlio César aproveitou que estava a vítima estava almoçando e a atingiu com um golpe de faca no pescoço. Após o crime, o suspeito mandou um áudio para a mulher confessando o crime e fugiu.

“Durante a prisão, ele confessou ter matado o cunhado, mas não deu outra versão para a motivação do crime”, informou o investigador.