Polícia Civil investiga supostos contratos superfaturados na Secretaria de Turismo do DF

PF investiga desvios de verbas públicas destinadas a pesquisas científicas em Brasília
21 de setembro de 2021
GDF já investiu R$ 7 mi na recuperação de canais de irrigação
21 de setembro de 2021
Exibir tudo

Polícia Civil investiga supostos contratos superfaturados na Secretaria de Turismo do DF

Polícia Civil investiga supostos contratos superfaturados na Secretaria de Turismo do DF

Agentes cumpriram oito mandados de busca e apreensão em Brasília e no Entorno. Suspeita é que serviços foram adulterados e acordos firmados com valor superior ao de anos anteriores; pasta nega irregularidades.

Por g1 DF e TV Globo

21/09/2021 12h40  Atualizado há 4 horas

A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou, nesta terça-feira (21), uma operação que investiga o suposto superfaturamento em contratos realizados pela Secretaria de Turismo. Ao todo, os investigadores cumpriram oito mandados de busca e apreensão na capital e no Entorno.

Os investigadores apuram duas denúncias anônimas que chegaram à polícia. Uma delas é de que a pasta contratou serviços com valores superiores a aquisições feitas em anos anteriores.

A outra suspeita é de que a secretaria contratou serviços e alterou a metragem dos locais onde os trabalhos iam ser realizados. Segundo a investigação, como o tamanho dos espaços era modificado, o preço da execução acabava sendo superior. Em nota, a pasta negou as irregularidades.

Investigações

As investigações começaram em maio. Segundo os agentes, em um dos casos, a Secretaria de Turismo contratou um serviço de lavagem e desinfecção nos centros de atendimento ao turista. No entanto, o tamanho da área informado foi de 273% acima do real.

Em outro procedimento, a apuração policial identificou um contrato, de 2020, de controle de vetores e pragas urbanas com valor 2.000% superior ao firmado em 2019. Além disso, a suspeita é de que também houve alteração em relação à metragem do local.

Os policiais informaram que os mandados foram cumpridos em endereços de servidores públicos, na sede de empresas e na casa de sócios, além da própria Secretaria de Turismo. Os policiais ressaltaram que a operação, batizada de “El Dorado”, visa “obtenção de elementos probatórios que irão subsidiar e reforçar as investigações em andamento”.

Polícia Civil cumpre mandados na Secretaria de Turismo do DF — Foto: PCDF/Divulgação

Polícia Civil cumpre mandados na Secretaria de Turismo do DF — Foto: PCDF/Divulgação