Mulher é presa suspeita de matar o marido a tesouradas para se defender de agressão em Planaltina

Polícia e Ministério Público fazem buscas no DF em operação que investiga desvio de verbas da Secretaria de Educação
6 de outubro de 2021
Ex-superintendente de Trânsito de Formosa é preso suspeito de corrupção
6 de outubro de 2021
Exibir tudo

Mulher é presa suspeita de matar o marido a tesouradas para se defender de agressão em Planaltina

Mulher é presa suspeita de matar o marido a tesouradas para se defender de agressão em Planaltina de Goiás

Ela ainda tentou socorrer o companheiro e levar ao hospital, mas ele morreu no caminho. Mulher disse que os dois estavam bebendo e começaram a discutir em casa.

Por Vitor Santana, g1 Goiás

06/10/2021 13h04  Atualizado há 6 horas

Uma mulher de 36 anos foi presa suspeita de matar o marido a tesouradas para se defender de agressões em Planaltina, no Entorno do Distrito Federal. Ela ainda tentou socorrer o companheiro, mas ele acabou morrendo.

O nome da suspeita não foi divulgado e, como isso, o g1 não conseguiu identificar se ela já tem advogado de defesa.

De acordo com o boletim de ocorrências, a mulher e o marido, que também tem 36 anos, começaram a ter uma discussão dentro de casa. Os dois estavam bebendo antes da briga. A mulher disse à polícia que o homem foi em sua direção para agredi-la.

Nesse momento, ela pegou uma tesoura para se defender e atingiu o marido no tórax e na virilha. Ao ver o companheiro ferido, a mulher pediu ajuda a um vizinho e os dois levaram a vítima ao hospital municipal, mas ele já chegou sem vida à unidade.

Diante da agressão, a polícia foi chamada e prendeu a mulher. Ela vai responder por homicídio simples.

Delegacia de Planaltina de Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Delegacia de Planaltina de Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera