Mãe e filho são assassinados a tiros por suposta dívida de drogas, em Luziânia

A bola vai rolar em campos sintéticos de oito regiões administrativas
20 de maio de 2021
Operação coíbe aglomeração em Formosa
22 de maio de 2021
Exibir tudo

Mãe e filho são assassinados a tiros por suposta dívida de drogas, em Luziânia

Testemunhas relataram que viram o crime acontecer, na noite desta quinta-feira (20)

Em 21/05/2021 11:22

Uma mulher identificada como Maria Aparecida da Silva Lima, de 46 anos, e Thelmysson Lima de Abreu, de 20, morreram ao serem baleados no início da noite desta quinta-feira (20), no bairro Jardim Ingá, no município de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.  Eles eram mãe e filho. A Polícia Militar foi informada por testemunhas de que o crime pode ter sido motivado por um acerto de contas referente ao tráfico de drogas.

A PM informou que foi acionada por volta das 17h41. No local, a equipe se deparou com corpo da mãe já sem vida no chão, em frente o portão da residência, atingida com dois disparos na cabeça. Já o jovem, que também foi atingido por disparos, chegou a ser socorrido por populares e enviado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, mas não resistiu.

Populares relataram que um veículo de cor branca parou na porta da casa da família, um homem desceu do carro e foi em direção a Maria Aparecida, efetuando dois disparos na cabeça dela. Após atingir a mulher, o homem entrou na residência onde encontrou o rapaz, que também foi baleado. Em seguida, o homem entrou no veículo e fugiu.

Segundo a corporação, a equipe realizou buscas pela região com o intuito de encontrar o autor do crime. Mas, até o fechamento da reportagem, ninguém teria sido preso.

Ao Mais Goiás, a Polícia Civil disse que a narrativa de dívida de drogas será apurada, mas por enquanto é apenas uma especulação.

Mãe e filho mortos dentro de casa no Jardim Ingá

Mãe e filho são assassinados a tiros por suposta dívida de drogas, em Luziânia (Foto: Jucimar de Sousa / Mais Goiás)

 

Larissa Feitosa

Do Mais Goiás