Homem é morto esfaqueado em Sol Nascente, no DF

Jovem de 17 anos que estava desaparecido no Entorno do DF é encontrado morto
23 de agosto de 2021
Jovem morre após carro cair de ponte dentro de córrego em Alto Paraíso
23 de agosto de 2021
Exibir tudo

Homem é morto esfaqueado em Sol Nascente, no DF

Homem é morto esfaqueado em Sol Nascente, no DF

Vítima tinha 39 anos. Polícia Civil investiga caso; um suspeito foi preso.

Por G1 DF e TV Globo

21/08/2021 16h07  Atualizado há um dia

 

Um homem de 39 anos foi esfaqueado em Sol Nascente, na madrugada deste sábado (21) . Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas morreu a caminho do Hospital Regional de Ceilândia.

O caso ocorreu por volta das 23h30, na chácara 84. Próximo ao local, a Polícia Militar prendeu um suspeito, de 50 anos, que estava com uma faca suja de sangue.

A Polícia Civil investiga as circunstâncias do crime. A 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia) acompanha o caso.

Segundo o porta-voz da PM, Michello Bueno, o suspeito detido já tem passagens criminais, entre elas por lesão corporal e contra a Lei Maria da Penha.

Madrugada violenta

A polícia ainda investiga a morte de outro homem, também no Sol Nascente. Moradores ouvidos pela TV Globo contam que viram a vítima pulando de telhado em telhado na madrugada. Ele corria ferido e sangrando.

“Eu achei que ele estava querendo roubar a minha casa, aí eu pedi socorro para a Polícia”, conta Marcos Paulo, estudante morador da região.

Diversas casas ficaram com marcas de sangue nos muros e portão. Em uma delas, o homem caiu em cima da máquina de lavar. “Eu fiquei sentada na cama, só escutando o barulho. Depois de 10, 15 minutos não ouvi mais, assendi a luz e vi a máquina toda quebrada”, conta (na foto abaixo).

O homem ferido foi encontrado morto no canteiro central de uma via, próxima à quadra QNM 6. O caso também é investigado pela 15ª DP.

Homem é encontrado morto em canteiro de via, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Homem é encontrado morto em canteiro de via, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução