Esporte! Taça das Favelas DF define equipes campeãs

Dois motoristas e dois cachorros morrem em acidente na BR-040, em Luziânia
25 de dezembro de 2021
Jovem, de 29 anos, morre afogado ao tentar travessia do Lago Paranoá
26 de dezembro de 2021
Exibir tudo

Esporte! Taça das Favelas DF define equipes campeãs

Esporte! Taça das Favelas DF define equipes campeãs

A grande decisão da Taça das Favelas DF foi um sucesso e movimentou a cena do esporte no último final de semana.

 

Taça das Favelas DF define equipes campeãs

A competição encerra seu calendário com Ceilândia Norte e Samambaia Sul em primeiros lugares.

 

A quarta edição da Taça das Favelas DF definiu os times vencedores da competição, em 18/12, no Estádio Ciro Machado do Espírito Santo (Defelê), na Vila Planalto: na categoria feminina, o Ceilândia Norte bateu Samambaia Norte por 2 x 1. Já na masculina, o Samambaia Sul venceu o Samambaia Norte por 2 x 0.

A competição, que é realizada pela associação Cresce DF em parceria com a Cufa DF e tem fomento da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, teve a grande final masculina transmitida pela Globo Brasília. O acesso foi aberto ao público para conferir presencialmente os jogos no Defelê. Além disso, todos os resultados e números relativos à classificação podem ser encontrados no aplicativo Ifut que pode ser usado tanto pelo sistema Android como pelo Apple.

O presidente da Cufa DF, Bruno Kesseler, expressa sua alegria com o fechamento da competição: “foi maravilhoso, superamos as expectativas. O dia ajudou, não choveu, foi tudo perfeito. Conseguimos realizar um grande campeonato e chegamos à final com quatro times que mereceram muito. E agora vamos organizar a Taça do ano que vem. Tivemos a presença de várias autoridades torcendo e fazendo a diferença para o evento”.

 

Destaques da Final

 

Com uma partida praticamente dominada, durante os dois tempos, a equipe da Samambaia Sul terminou com um jogador a mais, depois de uma expulsão. Com um gol de pênalti de Lucas e outro de dentro da grande área de Reinold, os meninos sagraram-se campeões.

Entre as garotas, o Ceilândia Norte abriu o placar com um golaço de cobertura de Thaís, que contou como foi para ela: “ estou feliz demais e realizada. Foram muitos desafios, não temos patrocínio, não temos campo para treinar, pedimos apoio da administração, e não tivemos. Mas como temos muita força de vontade e união, chegamos à final e fomos campeãs, apesar de todas as dificuldades”. Natália ampliou o placar, depois de uma falha da goleira do Samambaia, que descontou de pênalti. A reação, entretanto, não foi suficiente para virar o jogo e as meninas ceilandenses venceram a competição.

De acordo com o aplicativo Ifut, o zagueiro Paulo, do Samambaia Sul, e o atacante Robson dos Santos, do São Sebastião, foram os destaques da rodada entre os jogadores do masculino. Pelo feminino, Alane Silva, atacante da Samambaia Norte e a atacante Haslane Santos, do São Sebastião, atraíram as atenções pelo futebol jogado nos últimos encontros.

O camisa 11 da equipe masculina vencedora, Lucas, que marcou pela equipe, depois de sofrer um pênalti, deu seu testemunho: “é uma felicidade enorme. Na temporada passada, bateu na trave, e ficamos com o vice-campeonato, mas agora pudemos conquistar esse campeonato. Treinamos muito para isso, todos os dias, de manhã e de tarde. O resultado está aí, estou muito feliz”.

 

Ceilândia Norte – campeão 

 

Nenhuma descrição disponível.

Foto: Rebeca Muniz da Silva

 

Samambaia Norte – vice – campeão 

 

Nenhuma descrição disponível.

Foto: Rebeca Muniz da Silva

 

Samambaia Sul- campeão 

 

Nenhuma descrição disponível.

Foto: Camila Muguruza

 

Samambaia Norte – vice campeão 

 

Nenhuma descrição disponível.

Foto: Rebeca Muniz da Silva

 

Terceiros e quartos lugares

 

Também foram definidos os terceiros e quartos lugares do Taça das Favelas no campo do Sesi Taguatinga, em 19/12. Entre os meninos, o São Sebastião passou pela Estrutural por 4 x 1. As meninas tiveram Águas Lindas derrotando o Gama por 3 x 0.

 

Presenças ilustres

 

A competição foi abrilhantada por presenças especiais no fim de semana. O vice-governador, a secretaria de turismo e até um zagueiro pentacampeão da seleção brasileira de futebol contribuíram para a grandeza das partidas, que puderam ser vistas pelo público presencialmente.

O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, explica sobre a importância da Taça das Favelas para a população: “esse projeto da Cufa é muito importante para a sociedade brasileira, porque resgata a cidadania dessas pessoas das comunidades e as insere em um futuro mercado de trabalho. O esporte afasta essas crianças dos riscos de más escolhas, além de oferecer educação. Então, trata-se de um projeto belíssimo, que tem de ser incentivado por todos os governos”.

A secretária de esporte, Giselle Ferreira, falou sobre sua experiência: “foi emocionante acompanhar o trabalho desenvolvido pela Taça das Favelas em prol dos jovens das comunidades carentes do DF. A competição reafirmou o quão transformador o esporte é na vida das pessoas. É muito bom poder contar com a CUFA como parceira para, além de realizar grandes eventos, também tornar sonhos em realidade”, destaca Giselle Ferreira”.

A secretária de turismo, Vanessa Mendonça, compartilha sua perspectiva sobre o trabalho desenvolvido pela proposta: “a participação desses jovens na competição requer disciplina e comprometimento. A Cufa, com essa proposta, identifica jovens com essas características e oferece oportunidades para que mostrem seus talentos. Estamos falando de transformação de vidas, pelo esforço dos participantes e pela conexão com a entidade”.

O ex-zagueiro da seleção brasileira, Lúcio da Silva, também agraciou o evento com sua presença e comentou sobre a grande final: “foi um belo jogo, as duas equipes se dedicaram bastante. Sabemos que as duas têm jogadores que podem trilhar um caminho muito longo pelo futebol. Essa competição pode ser a mais importante da vida deles. O projeto oferece essa enorme oportunidade, então, a gente torce e deseja boa sorte para todos”. E para agrandar ainda mais a festa, a organização anunciou que, a partir desta edição, o zagueiro é, oficialmente, o embaixador da Taça das Favelas DF.

 

 

Pode ser uma imagem de 5 pessoas, pessoas em pé e ao ar livre

 

Cultura e esporte

 

O dia não foi apenas de futebol. Para animar a torcida e oferecer entretenimento durante os intervalos, a organização do campeonato trouxe a banda Elas que Toquem. Composta apenas por mulheres, o grupo surgiu com objetivo de influenciar outras mulheres a conquistarem mais espaços, estimulando a busca por igualdade, com samba no pé.

O público também presenciou a apresentação da cia In The Hood, que  utiliza a dança e a música como ferramenta de transformação social, predominantemente pelo estilo e pela cultura do passinho.

O DJ Kpa somou-se à programação artística, garantindo um set animado e repleto de funk, hip hop e eletrônica.

 

Assessora de imprensa da CUFA-DF

Jornalista – Camila Muguruza

 

Pode ser uma imagem de 5 pessoas, pessoas a jogar futebol americano, pessoas em pé e relva

 

Pode ser uma imagem de 7 pessoas, pessoas a jogar futebol americano, pessoas em pé e relva

 

Veja mais notícias da região no O Diário do Planalto

O novo portal de noticias do Distrito FederalRegião Norte do DF e Entorno