Em menos de 24h, quatro suspeitos morrem em confrontos com a Rotam

Mãe e padrasto são presos suspeitos de agredir os dois filhos dela, em Cristalina
7 de julho de 2021
DF: motorista tem parada cardíaca, bate contra dois carros e morre
9 de julho de 2021
Exibir tudo

Em menos de 24h, quatro suspeitos morrem em confrontos com a Rotam

As mortes ocorreram na quarta-feira (7) e os envolvidos são suspeitos de roubos, homicídios e tráfico de drogas

Em 08/07/2021 10:47

Aulus Rincon

Do Mais Goiás

Em menos de 24h, quatro suspeitos de crimes diversos morreram em confrontos com militares da Rondas Táticas Ostensivas Metropolitana (Rotam), em Goiás. As mortes ocorreram na quarta-feira (7) e os envolvidos são suspeitos de roubos, homicídios e tráfico de drogas. Armas, drogas e uma moto roubada foram apreendidas. Nomes e idades dos quatro mortos não foram divulgados.

A primeira troca de tiros aconteceu em Crixás, onde, após compartilhamento de informações com policiais civis, equipes da Rotam localizaram três suspeitos de executarem rivais na cidade. Os militares narram que foram recebidos a tiros. No revide, dois suspeitos foram atingidos. Com eles, foram apreendidos dois revólveres calibre 38. Também foram encontradas duas motos, uma delas roubada, e outra que havia sido usada na prática de um homicídio. Um comparsa da dupla conseguiu fugir durante o confronto.

O segundo confronto ocorreu em Aparecida de Goiânia. Na ocasião, um suspeito de tráfico de drogas morreu após atirar contra militares da Rotam que o abordaram no Jardim Buriti Sereno. Um revólver calibre 38, porções de drogas fracionadas e uma prensa foram apreendidos.

A última troca de tiros aconteceu no final da noite de quarta-feira (7), no Entorno do Distrito Federal. Durante a ocorrência, um suspeito de ter decapitado um rival na semana passada em Águas Lindas de Goiás usou uma pistola Ponto 40 para atirar contra a equipe militar.

Além da arma, que tinha sido roubada da Polícia Militar do Distrito Federal, os PMs apreenderam três peças de maconha.