Dono de postos de gasolina morre, aos 24 anos, atropelado por ônibus

Sancionada lei que cria a universidade distrital
29 de julho de 2021
MP-GO cumpre mandados contra empreiteiros e ex-servidores da antiga Agetop por desvios de R$ 400 milhões em obras
30 de julho de 2021
Exibir tudo

Dono de postos de gasolina morre, aos 24 anos, atropelado por ônibus

Fillipe Santarém pedalava no momento que foi atingido por um ônibus, no Pistão Sul. O jovem não resistiu aos ferimentos e morreu

Darcianne Diogo

Postado em 30/07/2021 01:37 / atualizado em 30/07/2021 01:4

O empresário Fillipe Santarém, 24 anos, da Rede Santa Combustíveis, morreu após ser atropelado por um ônibus, na noite dessa quinta-feira (29/7), enquanto pedalava de bicicleta no Pistão Sul de Taguatinga. O jovem chegou a ser reanimado por mais de 40 minutos pela equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBM-DF), mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O acidente aconteceu por volta das 22h20. Segundo informações do CBM-DF, Fillipe sofreu traumatismo craniano e teve uma parada cardiorrespiratória. Onze bombeiros realizaram os primeiros socorros e, por mais de 40 minutos, tentaram reanimar o jovem, que morreu no local. O óbito foi declarado pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Momento do acidente

Momento do acidente (foto: CBM-DF)

 

Quatro horas antes do acidente, Fillipe fez um post no Instagram, rede social onde ele tinha mais de 100 mil seguidores, pedalando. “Pedalar no frio não é bom não, viu? Mas bora bora, foco foco”, falou aos seguidores. Na internet, o empresário fazia questão de demonstrar o amor pelo ciclismo.

Fillipe também era sócio da Rede Santa Combustíveis e administrava dois postos: no Lago Sul e em Taguatinga. No Instagram, demonstrava o amor pela profissão e postava fotos de carros abastecendo. Amigos prestaram homenagens ao jovem pela rede social. “Não estou acreditando. Que Deus conforte o coração dos familiares”, escreveu um seguidor.

O ciclista Fillipe Santarém morreu aos 24 anos após ser atropelado por ônibus em Taguatinga, no DF — Foto: Instagram/Reprodução

Na internet, o empresário fazia questão de demonstrar o amor pelo ciclismo – (crédito: Redes sociais)

Fonte: www.correiobraziliense.com.br