Atlético de Alagoinhas supera gol contra e expulsão, vira sobre Bahia de Feira e conquista Baianão pela 1ª vez

Avança projeto do Galpão do Produtor, em Planaltina
26 de maio de 2021
Homem é morto a tiros na frente da esposa e do filho no DF
27 de maio de 2021
Exibir tudo

Atlético de Alagoinhas supera gol contra e expulsão, vira sobre Bahia de Feira e conquista Baianão pela 1ª vez

Iran se redime, Ronan e Dionísio marcam, e Carcará vence na Arena Cajueiro

00:00/09:59

Para sempre!

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS BAHIA DE FEIRA

Foto: Walmir Cirne/AGIF Walmir Cirne/AGIF

 

A espera acabou para o torcedor do Atlético de Alagoinhas. Pela primeira vez em sua história de 51 anos, o Carcará conquista o Campeonato Baiano e leva o troféu para a cidade de Alagoinhas. E não foi sem drama. O Atlético superou gol contra e expulsão para vencer de virada o Bahia de Feira até então invicto na Arena Cajueiro. Iran, que tinha marcado contra, se redimiu; Ronan e Dionísio se desdobraram, balançaram as redes e foram fundamentais para o título. Marcone Pelé marcou no fim para o Tremendão.

 

Campeão do Baianão, o Atlético de Alagoinhas vai receber R$ 135 mil, e o Bahia de Feira, vice-campeão, ficará com R$ 100 mil. A Federação Bahiana de Futebol (FBF) também garante premiação para o 3º colocado, Juazeirense, e 4º, Bahia, que receberão R$ 66 mil e R$ 33 mil, respectivamente.

Fim da invencibilidade

O Atlético de Alagoinhas jogava fora de casa em busca do título. E a tarefa era dura, já que o Bahia de Feira estava invicto na Arena Cajueiro e vinha de quatro vitórias e dois empates. Mas não foi suficiente contra o Carcará, que venceu de virada e conquistou o Baianão.

Artilheiro

Autor de um dos gols do Carcará no jogo, Ronan chegou a cinco no Campeonato Baiano e se isolou na artilharia da competição.

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e em pé

FICHA TÉCNICA:

BAHIA DE FEIRA 2 x 3 ATLÉTICO DE ALAGOINHAS

Competição: Campeonato Baiano (final)

Estádio: Arena Cajueiro, em Feira de Santana (BA)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA

Cartões amarelos: Miller e Dionísio (ATL); Wesley, Jarbas, Tico, Marcone Pelé e Pedro Neto (BFE)

Cartão vermelho: Gilmar (ATL)

Gols: Iran (contra), aos 18 minutos do primeiro tempo (1-0); Iran (ATL), aos 23 minutos do primeiro tempo (1-1); Ronan (ATL), aos 46 minutos do primeiro tempo (1-2); Dionísio (ATL), aos 24 minutos do segundo tempo (1-3); Marcone Pelé (BFE), aos 45 minutos do segundo tempo (2-3);

BAHIA DE FEIRA: Jean Drosny, Jarbas, Eduardo (Adriano Ferreira), Wesley, Alex Cazumba, Victor Salvador (Ricardo), Diones, Bruninho (Hugo Freitas), Thiaguinho, Pedro Neto (Tico) e Deon (Marcone Pelé). Técnico: Oliveira Canindé.

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS: Fábio Lima, Edson, Iran, Bremer, Radar (Paulinho), Gilmar, Willian Kaefer, Dionísio, Miller (Jerry), Ronan e Vitinho (Emerson). Técnico: Sergio Araújo.

BAHIA DE FEIRA

Foto: Walmir Cirne/AGIF Walmir Cirne/AGIF