Após matar mãe e irmã com golpes de faca, jovem procura a PM e se entrega em MG: ‘Disse ter cometido uma bobagem’

Pai e os dois filhos são mortos a tiros e facadas em área rural no DF; mãe está desaparecida
9 de junho de 2021
Concluída obra de pavimentação entre o DVO e a BR-020
10 de junho de 2021
Exibir tudo

Após matar mãe e irmã com golpes de faca, jovem procura a PM e se entrega em MG: ‘Disse ter cometido uma bobagem’

Crime foi em Monte Azul, no Norte de Minas. Vítimas, de 49 e 13 anos, foram encontradas mortas em um dos quartos da casa onde a família morava.

Por Marina Pereira, G1 Grande Minas

09/06/2021 09h09  Atualizado há um dia

 

Um jovem, de 20 anos, foi preso suspeito de matar a mãe, de 49, e a irmã, de 13 anos, com golpes de faca em Monte Azul, no Norte de Minas. Os corpos das duas vítimas foram encontrados em um dos quartos da casa onde a família morava na madrugada desta quarta-feira (9).

A ocorrência está em andamento e de acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, após cometer o crime, o jovem tentou se matar cortando os pulsos. Como não conseguiu, ele se deslocou até o posto policial e se entregou.

“Não sabemos o horário do crime, mas ele procurou a unidade por volta das 5h40 com os pulsos cortados e um ferimento no pescoço. Ele chegou relatando ter cometido uma bobagem e estava indo se entregar. Eu perguntei o que havia acontecido e ele falou que tinha matado a mãe e a irmã”, explicou o sargento Guilherme Quintino Nobre.

Os policiais se deslocaram para a casa e encontraram as vítimas no quarto. O corpo da menina estava na cama e da mãe no chão. Ainda não se sabe com quantas facadas elas foram atingidas; segundo o Samu as vítimas tinham ferimentos no pescoço e na cabeça. A perícia foi acionada e os corpos foram levados para o IML de Janaúba.

O jovem foi preso em flagrante e levado para o hospital de Monte Azul sob escolta policial. De acordo com o sargento Guilherme Quintino Nobre, ele contou que cometeu o crime porque estava indignado com a mãe.

“Ele falou que o motivo foi indignação porque era exposto pela mãe como se fosse o causador da separação dela com o pai”.

O militar conta que questionou o motivo dele ter ferido a irmã e o rapaz afirmou que ela também dizia que ele foi o causador do término. A polícia não deu mais detalhes sobre o relacionamento do casal. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Tudo sobe o Norte, Centro e Noroeste de MG, você acompanha aqui no O Diário do Planalto/MG 

 

Mãe e filha foram mortas a facadas dentro de casa — Foto: Arquivo pessoal

Mãe e filha foram mortas a facadas dentro de casa — Foto: Arquivo pessoal