Idoso de 78 anos morre após ser atropelado em Planaltina, no DF

Brasiliense é campeão Candango de 2021
15 de maio de 2021
Planaltina vai ganhar uma Área de Desenvolvimento Econômico
16 de maio de 2021
Exibir tudo

Idoso de 78 anos morre após ser atropelado em Planaltina, no DF

Vítima atravessava BR-020 quando foi atingida por carro. Jovem de 20 anos conduzia automóvel e não se feriu.

Por Walder Galvão, G1 DF

15/05/2021 17h30  Atualizado há 2 horas

 

Um idoso de 78 anos morreu, neste sábado (15), após ser atropelado na BR-020, em Planaltina, no Distrito Federal. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima atravessava a rodovia quando foi atingida por um veículo.

O acidente ocorreu por volta das 11h, próximo à entrada da região. Os militares informaram que o idoso, a pé, empurrava uma motocicleta para cruzar a BR-020.

Quando o socorro chegou, segundo os bombeiros, a vítima estava em parada cardiorrespiratório e apresentava fraturas expostas nas pernas. Em seguida, os militares iniciaram processo de reanimação cardiopulmonar.

Jovem de 20 anos atropela e mata idoso na BR-020, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

Jovem de 20 anos atropela e mata idoso na BR-020, no DF — Foto: CBMDF/Divulgação

O pedestre chegou a ser reanimado e preparado para ser levado ao hospital, porém, entrou novamente em parada cardiorrespiratória. “Após uma hora de massagens torácicas e ventilações mecânicas, a vítima não resistiu aos ferimentos”, informou a corporação.

Uma jovem de 20 anos conduzia o veículo que atingiu o idoso. De acordo com os bombeiros, ela ficou ilesa e não precisou ser levada ao hospital. Após o atendimento, a perícia da Polícia Civil foi acionada e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) assumiu a cena do acidente.

G1 entrou em contato com a Polícia Civil e pediu mais detalhes sobre o caso, porém, não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

Mortes no trânsito

Entre janeiro e abril de 2021, segundo levantamento do Departamento de Trânsito (Detran), o Distrito Federal registrou 42 mortes nas vias da capital. O número é 26% menor em comparação com igual período de 2020, quando o número de vítimas chegou a 57.

Entre as vítimas, a maioria era motociclistas (14). Em seguida, estão pedestres (12), passageiros de veículos (7), “demais condutores (5) e ciclistas (4).